fbpx

Tráfego digital: saiba como rastrear o impacto de seu conteúdo nas redes

No mundo online, o tráfego digital se refere à movimentação de pessoas que navegam entre páginas. Em outras palavras, assim como o tráfego de veículos diz respeito à circulação de automóveis, o tráfego na internet trata do fluxo de internautas. No entanto, ao contrário do mundo físico, o tráfego no ambiente digital é muito bem-vindo pelos administradores de sites. Assim, a simples palavra tráfego resume o objeto de disputa de todos os blogs e sites da internet.

As páginas online representam os principais pilares da estratégia de marketing digital, uma vez que são a base de sustentação da presença virtual do negócio. Desenvolver um tráfego digital significa atrair leads, estabelecer relacionamentos, dividir a audiência e dialogar com seu público-alvo.

Nesse texto você vai aprender o que é tráfego no marketing digital, os principais tipos existentes e os melhores canais para gerá-lo. Continue a leitura e saiba como atrair mais usuários para as suas landing pages.

O tráfego digital pode ajudar no aumento de visitas do site da empresa. | Foto: Pixabay.

O que é tráfego no marketing digital?

Agora vamos entender o que é tráfego no marketing digital. Essa palavra se refere à movimentação de pessoas que navegam entre páginas, ou seja, é o fluxo de usuários, quanto mais gente chega a uma página de destino, maior é o número de conversões.

Imagine que você tenha uma loja online de utensílios de informática e queira personalizar as vendas ou que desenvolveu um ebook para adicionar leads e o forneceu em uma landing page. O que você precisa para alcançar cada um dos objetivos anteriormente citados? Se você respondeu tráfego, a resposta está certa!

As estratégias de marketing são, em sua maioria, automatizadas. Diferentemente de uma loja física, na qual há um volume limitado de clientes que podem ser atendidos, no mundo online é praticamente impossível alcançá-lo.

Saber como aumentar o tráfego no site ou blog é fundamental para cumprir objetivos de negócios. Quanto mais internautas atraídos, melhores os resultados, não adianta nada ter uma página com um design incrível, textos de qualidade e alta velocidade de carregamento se ela não é visitada por ninguém, não é mesmo? Gerar tráfego é um dos objetivos mais buscados por empresas que investem em marketing digital.

Como mensurar o tráfego digital?

Após observar as diversas opções de canais de tráfego, você provavelmente deve estar se perguntando qual deles deve utilizar. Saiba que só há uma maneira para definir o direcionamento certo para atrair visitantes para as suas páginas: as métricas. É importante estabelecer quais deles devem ser mantidos, ajustados ou descontinuados.

Um mecanismo indispensável para isso é o Google Analytics, que traz informações precisas sobre as fontes de aquisição. Você deve aliar os números com outras informações importantes para o seu negócio, assim, nem sempre o canal que mais gera tráfego é o melhor. Além disso, existem muitos outros indicadores valiosos, estude e defina quais são fundamentais para o seu negócio.

Tráfego pago ou tráfego orgânico: entenda as diferenças

O tráfego orgânico é natural, ou seja, é a visita de usuários às páginas de um site ou blog sem a necessidade de pagamento. Os visitantes podem encontrar suas pages nos mecanismos de busca, clicando em um link em algum outro site ou recebendo-a em uma ferramenta de comunicação.

Essa é uma das estratégias preferidas dos profissionais de marketing. A maneira mais comum para desenvolver tráfego orgânico é o marketing de conteúdo.

Por isso, ao criar artigos personalizados para mecanismos de busca (SEO), as páginas de um blog são apresentadas nos resultados de pesquisa, levando em consideração a intenção da procura do usuário.Saber o que é tráfego orgânico e como gerá-lo é o segredo para as estratégias digitais.

No entanto, o tráfego pago exige tempo, conhecimento e, muitas vezes, investimento, quando a criação é terceirizada ou há um time designado para tal. Logo depois, existe um aspecto de extrema importância no marketing de conteúdo: o tempo de espera para resultados.

A personalização orgânica no Google não ocorre rapidamente, e você ainda terá que superar uma série de outras páginas tentando ranquear para a mesma palavra-chave. O tráfego pago é imediato e garantido, mas depende do quanto você investe.

No Google Ads, por exemplo, maior plataforma de publicidade digital do mundo, utiliza um mecanismo de leilão, ou seja, os resultados pagos aparecem antes dos números orgânicos na página de buscas, mas são indicados com uma etiqueta de “ad”.

Esse formato de tráfego pago é veiculado na chamada rede de pesquisa. A outra alternativa é a rede de display, na qual os links são colocados em sites que fazem parte do programa de parceiros do Google, por meio do Google AdSense. Desse modo, os links patrocinados também podem ser compartilhados conforme as preferências do gerenciador da campanha.

Veja os outros tipos de tráfego digital

Se você chegou até aqui, significa que está em busca de aumentar o número de acessos no seu site. Mas, antes de tudo, é necessário compreender um conceito chamado de “fontes de tráfego”, ou seja, a origem do tráfego pago marketing digital.

Em outras palavras, são as direções por onde os visitantes vieram. No universo digital, todas as medidas estratégicas são baseadas em dados. Por isso, ao descobrir quais são as principais fontes de aquisição de tráfego, você sabe exatamente onde investir seus esforços de marketing.

Pode ajudar na hora de avaliar reajustes orçamentários, mudanças no planejamento e muitas outras ações, ou seja, informações que direcionam o caminho correto ao administrador. Existem outros tipos de tráfego, são eles:

  • Tráfego de referência;
  • Tráfego direto;
  • Tráfego social;
  • Tráfego de e-mail marketing.

Agora que você já sabe o que é tráfego digital, saiba que não existe uma fórmula mágica. Se o objetivo da sua empresa é ser notável no mercado, o caminho é longo e árduo, e na primeira etapa você deve buscar informações de qualidade para adotar as melhores técnicas e estratégias no seu site.

Método Sirius

Muitas pessoas pretendem usar ou já usam as redes sociais de maneira profissional. No entanto, boa parte desses empreendedores digitais não atingem os resultados esperados, mesmo postando com frequência no Instagram e no Facebook, ou publicando vídeos no Youtube. Este é o seu caso? Então, o Método Sirius foi feito para você. Com ele, você irá:

  • Criar conteúdos que gerem resultados rápidos e a percepção imediata de autoridade;
  • Postar conteúdo certo, no momento certo e na frequência certa;
  • Ganhar reconhecimento, visibilidade, seguidores e um negócio on-line milionário.

Com o Método Sirius, você terá à sua disposição lives exclusivas, onde seu projeto poderá ser analisado ao vivo; um grupo de acompanhamento, que inclui o criador do método, Bruno Ávila da Ser Notável, e outros grandes notáveis e, ainda, receberá todas as atualizações durante um ano. Para ter à disposição esses recursos e ainda conhecer cases de sucesso e êxito do Método Sirius, acesse o site e cadastre-se na lista VIP para saber ainda mais sobre tráfego digital!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.