fbpx

Comprar seguidores no Instagram: por que isso é ruim para o seu negócio?

Saiba quais os riscos de comprar seguidores e como utilizar corretamente as ferramentas do Instagram para obter sucesso em sua empresa!

De acordo com a Statista, uma empresa alemã especializada em dados de mercado e consumidores, o Instagram já superou a marca de 1 bilhão de usuários. A tendência é que esse número só cresça: hoje, a rede social não existe somente para compartilhamento de fotos e vídeos de viagens ou hobbies, já é um fator determinante para que o seu negócio obtenha sucesso. 

Estude e saiba como ter muitos seguidores no Instagram | Foto: Solen Feyissa
Estude e saiba como ter muitos seguidores no Instagram | Foto: Solen Feyissa

A plataforma pode ser sua grande aliada para venda de produtos ou serviços e para demonstrar o funcionamento da sua empresa e seus valores. Se você deseja investir nesse segmento, pense em criar materiais exclusivos para o seu nicho e não em comprar seguidores. Afinal, o objetivo deve ser ter um maior relacionamento com o público, e não somente perfis que nem sequer visualizam os seus posts

Para entender melhor sobre estratégias de Marketing Digital que podem aumentar o engajamento da sua conta e saber como ganhar seguidores no Instagram de uma forma que realmente irá beneficiar a sua firma, atente-se às dicas!

Elabore um perfil organizado

Primeiro, modifique a sua conta para a opção comercial, que já existe desde 2016. O Instagram para empresas permite anúncios e acesso aos dados dos seguidores. Coloque todas as informações necessárias: nome da sua empresa ou loja, WhatsApp, localização física (se existir) e uma breve explicação do que se trata o negócio. Uma boa opção é utilizar o linktree, assim você consegue reunir todos os links necessários para o seu possível ou já cliente em um só clique na sua bio.

Cada cor transmite uma sensação e deve ser utilizada com um objetivo específico | Fonte: Christina Rumpf
Cada cor transmite uma sensação e deve ser utilizada com um objetivo específico | Fonte: Christina Rumpf

Não se esqueça dos destaques. Muitas vezes, stories importantes não são visualizados durante as primeiras 24 horas. Assim, deixe-os disponíveis para quem precisar assistir depois. Outro ponto fundamental é a escolha de uma paleta de cores: tanto para a arte dos destaques (dos ícones que serão utilizados), quanto para um padrão de layout e de postagens, o uso das cores certas irá otimizar os seus resultados.      

Invista em interação

Como já foi abordado, o engajamento é um ponto-chave para o desenvolvimento do seu perfil. Aposte em sorteios, parcerias com outras marcas, enquetes e lives. É importante buscar sempre o contato com o seu seguidor, para que ele não somente visualize o que você sempre posta, mas interaja com o seu conteúdo e chame outras pessoas para interagir.

Uma alternativa é apostar no “call-to-action“, ou seja, em palavras que chamem a atenção do leitor. Normalmente, são utilizados verbos no imperativo como: veja, confira e comente. Exemplo de legenda para uma publicação voltada para a interação: “se você gostou da dica, marque um amigo para conhecer a novidade!”. 

Utilize todas as possibilidades da ferramenta

Não use somente as tradicionais publicações para o feed ou os stories, como também reels, IGTV e transmissões ao vivo. Quanto mais completo o seu perfil estiver, mais credibilidade ele passará. Faça entrevistas com pessoas da sua área, mostre o dia a dia da empresa, ofereça dicas sobre o assunto. Variar o canal de transmissão pode atrair diversas personalidades e possibilitar o uso de diferentes abordagens (linguagens específicas): existem pessoas que preferem vídeos maiores (IGTV), enquanto outras informações mais sucintas (stories).

Tenha frequência

É importante elaborar um cronograma de postagens. Isso não significa postar todos os dias para ganhar seguidores, mas sim a periodicidade de conteúdos. Crie um documento com dias, horários, temas e formatos. Se você não tem tempo para tanta dedicação, crie os posts durante o final de semana, por exemplo, e utilize-os ao longo da semana de acordo com a agenda criada previamente.

Por que não comprar seguidores?

Com algumas iniciativas simples é possível ter uma “chuva de seguidores” e evitar a perda de relevância, a falta de credibilidade e de resultados e as penalizações, por não tentar obter os followers de maneira orgânica, ou seja, natural. O mecanismo está cada vez mais aprimorado: existem “limpezas” para a remoção de perfis falsos (a maioria dos seguidores comprados são fakes). Além disso, é impossível que você mensure os resultados de sua loja ou corporação se não tiver um público que responda aos seus questionários, curta e comente as suas publicações.

Outro ponto fundamental é a entrega de conteúdo personalizado. Cada usuário apresenta um perfil de gostos, publicações e seguidores. Baseado nisso, a rede social consegue criar um feed individual. Essa distribuição de posts está relacionada à interação que cada um recebe. Ou seja, se grande parte dos seus seguidores não são reais, sua relevância será baixa e o seu material não será destacado. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda como ter engajamento no Twitter

Atualmente, é muito importante que as empresas estejam presentes nas redes sociais para conseguir uma maior divulgação dos serviços e produtos oferecidos e, consequentemente, uma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *