fbpx

Você sabe como trabalhar no Youtube?

Enquanto que para algumas pessoas o youtube é apenas mais um site para assistir a vídeos por puro entretenimento, para outras ele é uma fonte de trabalho e renda. Com certeza, você conhece alguns youtubers que se tornaram celebridades, referências em seus nichos e até conseguiram acumular verdadeiras fortunas ao trabalhar no youtube. Isso acontece porque a plataforma de compartilhamento de vídeos se tornou gradativamente em um ambiente muito rentável para a publicidade. O próprio site criou maneiras de remunerar os produtores de conteúdo com base nas visualizações. Apesar de parecer difícil, qualquer pessoa pode começar um canal no site e gerar rendimentos. Veja aqui como trabalhar no youtube

Como trabalhar no YouTube?

O youtube é hoje o segundo site mais acessado do mundo e conta com mais de 2 bilhões de usuários. Portanto, tornou-se um dos canais mais utilizados pelas empresas para se comunicarem com seus públicos-alvos. Na plataforma de vídeos, elas buscam os digital influencers que mais podem ser úteis nos seus nichos.

Com o aumento do interesse das marcas, a própria plataforma buscou criar maneiras de auxiliar as empresas no alcance dos seus objetivos, além de recompensar os produtores de conteúdo por seus vídeos originais. Assim surgiu o Programa de Parceiras do site, que hoje é responsável por repassar rendimentos para os youtubers cadastros no mesmo.

Para um usuário conseguir aderir ao programa, é necessário cumprir com alguns critérios que foram instituídos pelo site de vídeos. Só após o cumprimento deles e da aprovação em uma análise da equipe do próprio youtube é possível monetizar seus conteúdos. Os requisitos são:

  • Seguir as políticas de uso da plataforma;
  • Morar em um país elegível ao programa (o Brasil está na lista);
  • Ter ao menos 4 mil horas assistidas nos últimos 12 meses;
  • Ter mais de mil inscritos;
  • Ter uma conta no Google AdSense.

Quanto o YouTube paga por visualização?

Essa é uma pergunta recorrente, seja por quem deseja começar no youtube ou simplesmente por quem está curioso pelo assunto. Não existe uma resposta exata para esse questionamento, pois os rendimentos variam e a empresa não revela todos os critérios utilizados no repasse dos pagamentos.

Segundo os dados da Alphabet Inc., conglomerado que engloba todos os produtos Google, o youtube faturou US$ 4 bilhões apenas no terceiro trimestre de 2020. Esse valor foi fruto somente da publicidade veiculada na plataforma, que é de onde vem o dinheiro recebido pelos youtubers no Programa de Parcerias.

Apesar dos critérios não serem expostos, vários sites especializados costumam publicar levantamentos que estimam os valores pagos pelo youtube de acordo com a quantidade de views. Um dos mais recentes foi publicado pelo site norte-americano Business Insider. Eles analisaram 14 canais dos EUA que tratam dos mais diversos temas e chegaram aos seguintes valores:

  • A cada mil views o youtuber recebe aproximadamente de US$ 2 a US$ 34;
  • A cada 100 mil views o youtuber recebe aproximadamente de US$ 500 a US$ 2,5 mil;
  • A cada 1 milhão de views o youtuber recebe aproximadamente de US$ 2 mil a US$ 4 mil.

Existem vários fatores que influenciam nessas cifras, entre eles, acredita-se que o nicho, o tempo de vida do canal, a qualidade do conteúdo e a frequência de publicação representam pontos importantes. No entanto, pode-se dizer de maneira geral que a média de pagamento por cada visualização é entre $0,10 e $0,30.

Outra forma de como trabalhar no YouTube

Além dos valores repassados pelo site, através das views em anúncios veiculados antes ou durante a reprodução de vídeos, existe a possibilidade de usar o youtube em prol do seu próprio negócio. A plataforma de vídeos, além de ótima para o entretenimento, é o ambiente perfeito para empresas que buscam atingir seu público-alvo.

Para conseguir isso, é preciso criar e compartilhar conteúdos relevantes para atrair os usuários interessados. Com sua base de inscritos estável, você pode direcioná-los ao seu site ou redes sociais. Diferente da forma anterior, aqui você usa seu canal para promover as vendas dos seus produtos ou serviços.

Um exemplo dessa modalidade é uma empresa que oferece cursos online de idiomas. Ela utiliza o canal no youtube para fazer lives e publicar vídeos com dicas de aprendizado e que atraem um público específico, interessado em aprender novas línguas. Dessa forma, fica muito mais fácil pedir para que os usuários conheçam os seus produtos.

É possível ganhar dinheiro assistindo a vídeos no YouTube?

Muitos têm curiosidade em saber se é possível ganhar dinheiro assistindo a vídeos no youtube. No entanto, a resposta é não. Ao contrário de outras redes que oferecem essa possibilidade, como o TikTok, a plataforma de vídeos da Google não possui qualquer programa de remuneração para quem apenas assiste aos conteúdos compartilhados lá.

Portanto, para aqueles que desejam trabalhar no youtube, é preciso produzir conteúdo. Gravar e editar vídeos podem ser atividades desafiadoras para aqueles que não possuem afinidade, porém, ao longo prazo será bastante recompensador.

Descubra como trabalhar pro Youtube
Descubra como trabalhar pro Youtube | Foto: Unsplash

Veja como começar a trabalhar no YouTube

Começar a trabalhar no Youtube é um processo que demanda tempo e comprometimento, mas qualquer pessoa pode gerar rendimentos com a plataforma. Para isso acontecer é crucial conseguir o engajamento de audiência. Sem ela não há sucesso, independente de qual seja sua forma de gerar rendimentos (Programa de Parceiras ou direcionamento para os produtos).

Pois o engajamento é peça-chave para que seu conteúdo seja recomendado pelo Youtube e alcance mais pessoas. Ademais, uma audiência envolvida com o seu conteúdo pode gerar a construção de um relacionamento mais próximo, o que facilita na estratégia de apresentar um produto ou serviço. Veja três dicas úteis de como aumentar seu engajamento:

Instigue comentários

Essa é uma dica simples, porém bastante eficaz. Os comentários são ótimos para gerar engajamento de público, além de promover a interação entre sua marca e os inscritos. A dica aqui é sempre instigar comentários em determinados momentos do vídeos, em especial próximo ao final. Fazendo isso, é muito mais provável que quem assiste interaja com você.

Pense no exemplo de uma loja de cosméticos. Em um vídeo que apresenta um determinado produto, é possível pedir para que os internautas mandem dúvidas nos comentários. “Você quer saber mais sobre nossa nova maquiagem? Deixe sua dúvida nos comentários que vamos responder.” Essa estratégia pode ser utilizada pelos canais dos mais diversos tópicos.

Responda os comentários

Não adianta de nada pedir os comentários se você não os responde. Caso não haja retorno, seus inscritos ficaram desestimulados a comentar em oportunidades futuras. Responder todos pode ser complicado para canais que já possuem alguma relevância, mas é possível selecionar os mais pertinentes.

Cuidado na hora da resposta. Atente-se a linguagem empregada, ela deve estar de acordo com a utilizada pela marca em outros canais de comunicação. Mostre-se solícito e disposto a sanar as dúvidas do comentário, além de sempre ser educado. Ademais, evite erros de português no comentário resposta.

Integre seu canal a outras redes sociais

O mundo da internet é altamente interligado e é possível tirar vantagem disso. Se você já possui um perfil engajado nas redes sociais, você pode direcionar o público dele para outro site, no caso o youtube. Uma dica é publicar na rede quando postar vídeo novo.

Dessa forma, seus seguidores poderão saber e entrar em contato com seu conteúdo no youtube. Outra dica interessante é sempre deixar os links para seus outros perfis acessíveis, seja na bio de um perfil ou na descrição de algum vídeo. Fazer isso ajuda no engajamento, em especial no início do canal, 

Agora, você já sabe como começar a trabalhar no youtube. Gostou do conteúdo sobre como trabalhar no youtube? Acompanhe nosso blog e descubra como ganhar dinheiro no YouTube.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *