fbpx

Empreendedorismo: o que é a cultura e clima organizacional?

Cultura e clima organizacional são dois aspectos diferentes que influenciam diretamente os resultados e o desenvolvimento de uma empresa. Apesar de serem distintos, esses dois conceitos se referem aos colaboradores.

Durante muito tempo, a força de trabalho foi considerada apenas uma ferramenta que precisava cumprir as obrigações definidas pelos líderes e atingir as metas estipuladas pela empresa. Porém, se até as máquinas precisam de cuidados e manutenção, os colaboradores também demandam atenção.

É importante destacar que só o salário não garante a produtividade e a satisfação do funcionário. Existem outras ações e medidas que a empresa deve tomar para mostrar que se preocupa com seus colaboradores.

Neste artigo, vamos falar sobre a cultura e o clima organizacional e como esses conceitos se relacionam com a produtividade dos funcionários e o desenvolvimento da empresa. Falaremos ainda sobre as características da cultura organizacional, os 4 tipos de cultura organizacional e como cuidar para manter fortes a cultura e o clima organizacional. Confira.

Como definir e melhorar a cultura e o clima organizacional? | Foto: Freepik.

O que é cultura e clima organizacional?

A cultura organizacional é o conjunto de elementos – crenças, normas, valores e comportamentos – que influenciam e regem uma instituição. Ela é importante para as organizações por guiar e alinhar os comportamentos dos funcionários no trabalho.

Os elementos envolvidos dela devem fazer parte do planejamento estratégico da empresa e devem estar de acordo com o posicionamento que ela deseja adotar perante o seu público. Podemos dizer também que a cultura organizacional é a identidade da empresa. Se tratarmos a empresa como uma pessoa, a cultura organizacional será o perfil dessa pessoa, seu comportamento, sua linguagem, etc.

Apesar de ser algo intrínseco à companhia, a cultura organizacional pode ser mudada gradualmente ao longo do tempo, de acordo com as mudanças e necessidades do mercado e até mesmo dos objetivos planejados por seus gestores. Também é importante destacar que, além de ter uma cultura bem definida, a organização deve comunicá-la a todos os colaboradores de forma eficiente.

Já o clima organizacional é uma espécie de termômetro em uma companhia. É a percepção coletiva da organização, que afeta a qualidade do ambiente de trabalho e, consequentemente, a satisfação e o rendimento dos colaboradores.

O clima organizacional pode estar em constante mudança, dependendo de inúmeros aspectos como demissão de um líder, contratações mal feitas, troca de processos e ferramentas, dentre outros. Por esse motivo, ele deve ser avaliado periodicamente.

Saiba a diferença entre cultura e clima organizacional

A principal diferença entre cultura e clima organizacional é a adaptabilidade. A cultura organizacional dificilmente é mudada, pois ela é definida pelo superior, sendo o direcionamento que o colaborador deve seguir.

Nesse sentido, os hábitos e as formas de trabalhar são adquiridos rapidamente e vão passando de funcionário para funcionário, solidificando a cultura da empresa. Assim, não mudam tão facilmente.

Já  o clima organizacional sofre diversas alterações em pouquíssimo tempo. Ele  está exposto a todos os fatores externos à liderança da companhia e sendo afetado facilmente diante de qualquer mudança externa ou interna.

Assim, qualquer insatisfação ou conflito que surja pode alterar o clima organizacional de um minuto para outro, exigindo muito jogo de cintura para administrá-lo.

Qual a importância da cultura e clima organizacional?

Ao trabalhar com a cultura e clima organizacional, é importante entender que estamos lidando diretamente com o capital humano dela, que tem o poder de impactar, tanto de forma positiva quanto negativa, todos os processos e produções da companhia.

A cultura e o clima organizacional afetam diretamente índices de turnover, retenção, absenteísmo, produtividade e workflow da empresa. Por isso, devem ser analisados e cuidados de perto.

Quais são os tipos de cultura organizacional?

Cultura organizacional exemplos: Google. | Foto: Freepik.

A partir da definição de Charles Handy, escritor e filósofo especializado em comportamento corporativo, ficou delimitado que existem 4 tipos de cultura organizacional de uma empresa: cultura do poder, cultura de papéis, cultura de tarefas e cultura de pessoas.

Cultura do poder

As empresas que atuam conforme esse viés focam sua liderança em apenas uma pessoa, que costuma ser o próprio empreendedor ou um gerente e que faz divisões de trabalho baseadas em funções e produtos. É um tipo de cultura organizacional mais frequente em pequenas empresas devido ao poder centralizado. A liderança tende a ser carismática, patriarcal e impulsiva.

Cultura de papéis

A cultura de papéis se baseia no desempenho dos colaboradores. Sua abordagem está na definição do papel ou do trabalho a ser feito, não em personalidades.

Os processos são bem estruturados e devem ser seguidos. Porém, são engessados, pouco flexíveis e inexiste espaço para sugerir novas ideias e aprimorar atividades. Portanto, esse tipo de cultura dá destaque ao organograma, definindo de forma clara qual é o papel de cada colaborador.

Cultura de tarefas

Na cultura de tarefas, os colaboradores estão preocupados com a solução dos problemas de forma contínua e bem-sucedida e são aptos a lidar com diferentes tipos de situação. Em empresas que adotam esse modelo, a performance é julgada em termos de resultados e problemas solucionados.

O objetivo é ter profissionais específicos para a execução de algumas atividades para agregar conhecimento. Entre as características da cultura organizacional de tarefas está uma empresa bastante flexível, com o ritmo da corporação dependente dos acontecimentos.

Cultura de pessoas

O que representa a cultura organizacional de pessoas são, principalmente, os colaboradores. Nesse caso, os talentos presentes na empresa são bastante valorizados, porque são o ponto-chave dessa cultura.

Entre os tipos de cultura organizacional, este possui uma integração maior entre as equipes. Com a gestão de talentos os colaboradores têm a possibilidade de crescerem profissionalmente.

Nesse modelo de cultura organizacional, os indivíduos da organização atuam para ajudá-la a conquistar seu propósito, sendo pago pela empresa para fazer essa contribuição. A mesma relação ocorre inversamente: a organização existe para ajudar o profissional a alcançar os seus objetivos.

Quais são os benefícios da cultura e clima organizacional bem definidos em uma empresa?

Clima organizacional e cultura organizacional contribuem para melhorar o ambiente e promover a qualidade geral dos processos de trabalho a fim de aumentar o comprometimento, a participação, o sentimento de pertencimento e a eficácia da equipe.

Veja quais são os principais benefícios de ter  cultura e clima organizacional bem definidos em uma empresa.

●       Reduz a ausência do colaborador;

●       Retém talentos;

●       Proporciona um diferencial competitivo;

●       Melhora a produtividade;

●       Otimiza o investimento em saúde;

●       Melhora a reputação da marca;

●       Auxilia na tomada de decisão;

●       Desenvolve uma liderança eficaz;

●       Ajuda na construção de bons relacionamentos.

Como melhorar a cultura e o clima organizacional?

Definir a cultura organizacional é importante. | Foto: Freepik.

O clima organizacional e a cultura organizacional interferem nos resultados de uma empresa. Como vimos anteriormente, cultura e clima organizacional bem definidos geram resultados positivos. Porém, se não forem bem cuidados, podem levar a altos índices de rotatividade, à baixa produtividade, a dificuldades de retenção de talentos e à queda na competitividade.

Por isso, é importante entender o que é cultura organizacional e o que é clima organizacional para conseguir identificar a necessidade de melhorias nesses aspectos dentro da empresa.

Listamos, abaixo, algumas dicas para melhorar e garantir uma boa cultura e um bom clima organizacional na sua empresa.

●       Divulgue valores, missão e visão da empresa para todos os colaboradores;

●       Dê bons exemplos enquanto gestor;

●       Formalize os canais de comunicação;

●       Faça com que os colaboradores se sintam ouvidos;

●       Valorize as qualidades de cada colaborador;

●       Dê um propósito de trabalho para as equipes.

Para te ajudar a gerenciar melhor seus negócios e ainda conseguir atingir pessoas e ganhar visibilidade nas redes sociais, a empresa Ser Notável desenvolveu o Método Sirius. Com ele, você tem à sua disposição lives, grupo de acompanhamento, acesso às principais atualizações e materiais exclusivos. Você que é um empreendedor e deseja alcançar resultados positivos digitalmente não pode perder a chance de conhecer o Método Sirius. Descubra como essa ferramenta pode te ajudar a definir a cultura e clima organizacional da empresa e alavancar seus negócios. Clique aqui e saiba mais.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.