fbpx

Veja o que deu certo e o que o não conseguiu se adaptar ao EAD

A sigla EAD vem do termo “ensino a distância”, nesse modelo de ensino, ao invés dos alunos estarem presentes fisicamente em uma sala de aula tradicional, os estudantes assistem às aulas de forma remota, de onde quiserem. Basta possuir um computador, smartphone ou tablet.  As aulas são assistidas por meio da internet, e mesmo que não exista contato pessoalmente entre aluno e professor, existem diversas ferramentas online que facilitam essa interação entre eles.

O EAD é uma excelente ferramenta para democratização do ensino, pois é flexível e mais econômica que o ensino tradicional presencial, mas também tem alguns desafios. Veja o que deu certo e o que o não conseguiu se adaptar ao EAD!

O EAD é realidade na vida de diversos estudantes atualmente.| Foto: Freepik.

Quais foram as vantagens do EAD?

Veja quais são as vantagens:

Flexibilidade de horários

Com o EAD é possível ter uma maior flexibilidade de horários e autonomia. Isso porque alguns compromissos são pontuais, como as aulas ao vivo e a participação em trabalhos e exames. Mas os demais formatos podem ser consumidos de acordo com a disponibilidade e preferência de cada estudante. Isso é muito vantajoso, pois permite que pessoas que trabalham também consigam estudar.

Ferramenta de inclusão social

Como o EAD é muito flexível, dispensa a necessidade de investimentos em estrutura e logística, isso torna esse modelo de ensino mais acessível para muitas pessoas. No ensino a distância, é possível ensinar para diversas faixas etárias, e também para pessoas com deficiência.

Além disso, pessoas que trabalham e antes não conseguiam tempo para estudar agora podem através do EAD.

Menor custo

O baixo custo é uma das grandes vantagens do EAD. Por ser um modelo que não precisa de estruturas físicas e da presença de tutores em um espaço presencial, esse tipo de educação é mais econômico que o formato tradicional.

Ferramentas para tirar dúvidas

Mesmo com a possibilidade de rever o conteúdo quando e quantas vezes quiser, muitas vezes algumas dúvidas ainda persistem. Nesse caso, a falta da presença física não é um problema. No EAD, é possível tirar as dúvidas enviando uma mensagem para seu tutor ou monitor.

Diferente do que muitos pensam, os professores não estão lá apenas para corrigir exercícios e provas. Eles estão disponíveis para responder as dúvidas, orientar e acompanhar o desenvolvimento do aluno ao longo do curso.

Qualidade de vida

Na sociedade atual, a grande maioria das pessoas possuem diversos afazeres, e se locomover de um lugar para o outro para ter aulas pode ser muito cansativo. Ter acesso a materiais e aulas online traz muito mais qualidade de vida para essas pessoas, isso porque, ao invés de gastar tempo no transporte, é possível utilizar esse tempo para se dedicar aos estudos. Além disso, sobra tempo para seu lazer, família e amigos.

Diploma igual dos cursos presenciais

Muita gente acredita que os cursos EAD e faculdade EAD não valem tão a pena quanto os cursos presenciais, isso acontece porque essas pessoas não sabem que os cursos e graduação EAD tem a mesma validade que os presenciais. No entanto, o diploma EAD tem o mesmo valor do que o obtido em um curso presencial, se a Instituição de Ensino escolhida possuir o selo do MEC.

Basta verificar no site do MEC se a faculdade de sua preferência é uma delas. Dessa forma, seu diploma também será reconhecido pelo Ministério da Educação.

Múltiplos canais de comunicação

O ensino a distância permite o uso de diversas ferramentas para aprendizado, como: fóruns, chat online, e-mail, chamadas de vídeo e grupos de estudo no Whatsapp. Além disso, hoje existem empresas especializadas em aperfeiçoar esse tipo de ensino.

O que não deu certo no EAD?

Confira o que não deu certo:

Dificuldade de concentração

Entre as desvantagens da EAD como ferramenta de ensino, podemos destacar a falta de concentração como uma das principais. A concentração tende a ser menor pois a internet possui distrações presentes a todo tempo. Pesquisas mostram que embora seja muito importante para a educação, a tecnologia pode ser um obstáculo à concentração de alunos EAD.

Isso porque o tempo máximo de concentração dos humanos no ambiente online é de 8 segundos, ou seja, um segundo a menos do que a média estipulada pelos cientistas. Este problema pode ser solucionado se os alunos se dedicarem exclusivamente aos estudos a distância por algumas horas por dia, colocando outros tipos de distração de lado. Os tutores EAD devem investir em conteúdo diferenciado e atrativo. E devem adaptar as aulas aos formatos mais bem absorvidos pelos alunos.

Falta de contato presencial

Outro ponto que incomoda muita gente é a falta de contato entre alunos com outros alunos e entre alunos e professores. No modelo de educação presencial, o contato entre aluno e professor é construído diariamente nas aulas e encontros. Na educação a distância é preciso encontrar outros caminhos para aumentar esse contato. Com a evolução da tecnologia, as ferramentas de interação entre tutores e alunos se multiplicaram. As videoconferências, por exemplo, permitem que as pessoas interajam de forma totalmente digital.

Necessidade de gestão de tempo

A autonomia e a flexibilidade também podem ser um impedimento para um bom desempenho. Afinal, o estudo independente demanda muita concentração e capacidade de gestão do tempo. Estudantes que não contam com este conhecimento tendem a procrastinar e não dedicam a atenção necessária ao cumprimento das tarefas. Mas com um cronograma de estudos bem organizado e muita dedicação, é possível combater esse problema.

Com o avanço da tecnologia e internet, o modo de ensino a distância tem mudado e se adaptado, dando espaço para novos formatos e novas ideias para se construir o EAD no Brasil. Atualmente, o EAD Brasil não para de crescer e a expectativa é que continue crescendo. Hoje o ensino superior à distância no Brasil já chega a 26% do número total de alunos.

Por isso, é muito vantajoso para as empresas de educação investir nesse tipo de ensino, ao invés do modelo de ensino tradicional.

A InterEdTech conecta universidades tradicionais a soluções digitais, partindo de recursos acadêmicos, tecnológicos e de marketing digital, integrados em um ecossistema de plataformas.

O objetivo é gerar a maior conversão de matrículas, seja em EAD ou ensino presencial, através das melhores experiências tecnológicas e de aprendizagem. Confira algumas das soluções e nossos produtos!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Seu hobby pode virar sua profissão!

Existem muitas situações em que as pessoas acabam descobrindo um novo negócio através de um hobby. Claro que, é preciso ter muito equilíbrio ao trabalhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.