fbpx

5 dicas para ganhar dinheiro com seu hobby

Hobbies são atividades que realizamos por simples prazer, geralmente em nosso tempo livre e sem a expectativa de qualquer remuneração. Mas, apesar de não ser o objetivo primordial desses passatempos, eles podem sim tornar-se uma fonte de renda ou até mesmo um trabalho. Se você deseja ganhar dinheiro com seu hobby, então confira nossas cinco dicas.

como ganhar dinheiro
Descubra cinco formas criativas de ganhar dinheiro com seu hobby | Foto: Unsplash

Diferentes tipos de hobby

Hobby é uma palavra de origem inglesa que em tradução livre significa passatempo. Porém, costumamos utilizar o termo para as atividades que fazemos por simples prazer em nosso tempo livre. Elas podem ser esportes, algumas funções domésticas ou até mesmo atividades acadêmicas. Existem pessoas que têm como hobby a natação, outras a jardinagem ou o aprendizado de idiomas estrangeiros.

Entre as opções de hobbies, algumas podem eventualmente ser consideradas trabalho. Por exemplo, no caso da natação, o nadador profissional é um atleta, portanto sua atuação nessa atividade não será considerada um hobby, por mais que ele ame a natação. Essa diferenciação entre o que é hobby e o que é trabalho é bastante enraizada. Mas, será que um hobby não pode virar trabalho e fonte de renda extra?

Muitos podem ignorar  o fato de que, antes do nadador tornar-se um atleta e ser remunerado, ele com certeza iniciou na natação apenas por diversão, por ser uma prática que o agrava. Da mesma forma que um escritor não começou a escrever com o único propósito de ganhar dinheiro: provavelmente, ele começou seus escritos em um diário ou algo mais recreativo. Portanto, é sim possível que um hobby se torne uma fonte de renda ou um trabalho.

Se essa alternativa chamou a sua atenção, confira as dicas sobre como ganhar dinheiro fazendo sua atividade favorita!

Formas de ganhar dinheiro com seu hobby

Criar um curso on-line

A primeira possibilidade de usar seu hobby como uma atividade rentável é difundi-lo para outras pessoas. Se você possui conhecimento em culinária, por exemplo, por que não compartilhar isso com outras pessoas? Afinal, muitos adorariam aprender como preparar suas refeições do dia a dia ou pratos mais elaborados para ocasiões especiais.

Essa ideia do curso on-line aplica-se às mais diversas áreas e hobbies. Alguém que fale outro idioma, entenda de jardinagem ou pintura pode repassar esses conhecimentos adquiridos a outras pessoas. Inclusive, esse mercado está bastante aquecido, principalmente por conta da pandemia. Com as restrições sanitárias, muitas pessoas ficaram com mais tempo para se inscrever em cursos e isso teve um impacto na procura por esse tipo de conteúdo.

A FGV, instituição renomada e que oferece diversos cursos on-line, percebeu um crescimento de 400% na procura pelos cursos ofertados no seu site durante a pandemia. Esse é um forte indicativo de que as pessoas estão buscando aprimorar seus conhecimentos ou técnicas. Segundo um levantamento da Cupomania, ocorreu um aumento de 224% na compra de cursos on-line em 2020, durante a pandemia: um sinal importante para quem deseja utilizar seus conhecimentos em uma determinada área e oferecer aulas pagas.

Abrir um e-commerce

Outra possibilidade é gerar renda por meio da venda de produtos on-line. Esse setor, inclusive, foi um dos que mais esteve em crescimento durante o período de isolamento social. Só até novembro de 2020, o faturamento das lojas on-line já era 122% maior que o mesmo período do ano passado.

Com esse panorama, é bastante interessante pensar no e-commerce como uma possibilidade de ganhar dinheiro com seu hobby. Pensemos em alguém que ama atividades físicas: uma opção é abrir uma loja on-line de materiais esportivos. Como o indivíduo tem costume de se exercitar, provavelmente entenderá quais os melhores produtos para determinadas práticas. Com isso, poderá oferecer um atendimento diferenciado aos seus clientes. Também é possível vender na Internet produtos confeccionados por você mesmo, caso seu hobby seja costurar, por exemplo.

Trabalhar como freelancer

O freelancer é um profissional autônomo que oferece seus serviços a empresas ou pessoas físicas mediante o pagamento de valores estabelecidos. As áreas mais comuns de se encontrar oportunidades são redação, tradução, design, programação e marketing. Contudo, esse tipo de trabalho pode ser realizado por diversas profissões e engloba muitas funções. Afinal, muitas empresas e pessoas necessitam de serviços esporádicos de um profissional.

Existem diversos sites especializados em fazer a conexão entre profissionais que oferecem serviços e as empresas ou pessoas que precisam deles. Esse trabalho pode ser uma fonte de renda extra ou transformar-se na principal renda do profissional, tudo dependerá do seu empenho em conseguir clientes.

De acordo com um estudo realizado pelo Workana, um dos maiores sites de trabalho freelancer da América Latina, no primeiro semestre de 2019 foram realizados 200 mil trabalhos no Brasil apenas pela plataforma. Percebe-se assim a alta demanda por esse tipo de serviço, isso ainda antes do período pandêmico.

Criar um canal no YouTube

Uma outra maneira de gerar renda extra é por meio de um canal no YouTube. Utilizando a plataforma, é possível criar conteúdos criativos e relevantes relacionados ao seu hobby. Se seu passatempo é construir peças em madeira, por exemplo, você pode fazer vídeos compartilhando o passo a passo de construção delas.

Mas, como ganhar dinheiro no Youtube? O acesso aos vídeos na plataforma é gratuito, mas os produtores de conteúdo são pagos. Existem diversas formas de monetização: é possível receber pelos anúncios que são veiculados, por exemplo. A rede social também oferece a possibilidade de vender produtos oficiais do canal por meio da estante de produtos, além do clube dos canais, modalidade em que os inscritos pagam uma taxa mensal para ter acesso a conteúdos exclusivos.

Fazer palestras

Assim como você pode inspirar as pessoas por meio dos seus conteúdos para o YouTube ou transferir conhecimentos por meio de um curso, também é possível fazer isso com palestras. Ao contrário de vídeos curtos em uma plataforma on-line, uma palestra exige um domínio maior do tema abordado.

Esse fator não será um problema para quem já pratica uma atividade há muito tempo. Então, se você se sente confortável para oferecer uma palestra sobre o seu hobby, vá em frente. Quanto melhor o desempenho e maior o conhecimento sobre o tema, mais as pessoas desejarão assistir suas falas. Palestrantes experientes podem receber de R$ 20 mil a R$ 50 mil por hora. Claro, com maior experiência e uma base de credibilidade construída. Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog e saiba mais dicas sobre como ganhar dinheiro com seu hobby, principalmente pelas redes sociais.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *