fbpx

Agregador de podcast: qual o melhor para distribuir o seu trabalho

Os podcasts são programas de áudio sob demanda, ou seja, o ouvinte pode escolher quando e onde escutá-los, diferente do modelo dos programas de rádio, onde a pessoa precisa acompanhar a grade horária para saber quando seu programa favorito será transmitido.

De acordo com dados divulgados pelo Ibope, só em 2019, 40% dos brasileiros já haviam tido contato com esses programas de plataformas de áudio. Portanto, de 10 brasileiros, 4 já ouviram algum podcast em plataformas algum momento. Esses números vêm crescendo cada vez mais, de acordo com o UOL, o consumo de podcasts aumentou em 67% no ano de 2019.

Não demorou muito para as marcas, empresas e empreendedores adotarem essa ferramenta para criar um negócio digital que tenha interação com o público. Empresas como Natura, Bradesco e Itaú Unibanco entraram na onda dos podcasts, a fim de criar uma identidade com o público que havia aderido a esse estilo de programa.

Os podcasts permitem com que o ouvinte escolha o que ouvir e quando ouvir I Foto: Unsplash

A Natura, empresa brasileira do ramo de cosméticos iniciou uma parceria com o podcast “Mamilos” em uma minissérie que abordava temas do universo feminino, conseguindo criar uma certa interação entre o público da natura que em grande parte é composto por mulheres.

Como criar um podcast?

Aproveitando o engajamento que os programas desse segmento vêm ganhando nos últimos anos, muitos empreendedores resolveram fundar seus próprios podcasts em múltiplas plataformas. Mas como é o processo de criar um podcast para plataformas?

Para criar um podcast, primeiro é necessário estabelecer qual será o tema dele. Claro que muitos temas podem ser abordados ao longo dos capítulos ou episódios. Mas um assunto principal é necessário para manter a essência do programa, essência essa que será responsável por fazer com que os ouvintes criem uma identidade com o programa.

Fora isso, esse assunto principal também será responsável por entregar um programa de qualidade para os ouvintes, afinal são eles que mantém o programa “vivo”.

Assim como nos programas de rádio, o público alvo deve ser pensado estrategicamente, portanto é necessário responder às perguntas: Com quem vou me comunicar? O que eu quero comunicar? Como essa mensagem deve ser passada para o meu público?

Tendo essas perguntas respondidas, o programa já terá uma base mais sólida, e dificilmente irá se perder ao longo dos episódios. Convidados interessantes também são uma boa forma de dar engajamento ao podcast, principalmente aqueles que tenham uma certa identidade com o tema base do programa de áudio de diferentes plataformas.

Só no ano de 2019, o consumo de podcasts aumentou em 67% no Brasil I Foto: Unsplash

O que é agregador de podcast?

Mas além de um bom tema central e bons convidados, outro recurso extremamente importante são os agregadores de podcast. Os agregadores de podcast são plataformas que irão distribuir os programas do podcast para o público e cada vez que um novo capítulo é lançado, elas atualizam automaticamente, levando esse conteúdo para os usuários da plataforma por meio de um algoritmo.

Portanto, se você deseja engajar e fazer seu podcast crescer, é necessário estar em um bom agregador, ou até em outros agregadores, aumentando o número de ouvintes atingidos.

Alguns dos principais aplicativos que funcionam como agregador de podcast são o Soundcloud, Anchor, Spreaker, Apple Podcast, Google Podcasts, CastBox, Pocket Casts, entre outros, que permitirão com que os ouvintes baixem, escutem e compartilhem o podcast, tanto pelo smartphone, quanto pelo computador.

Uma das formas que esses agregadores utilizam para sempre fazer com que o conteúdo chegue aos ouvintes, é o Feed RSS, que basicamente é, dentre várias plataformas, uma forma de organizar e distribuir o podcast. Nesse feed é possível encontrar as informações do podcast, como título de cada capítulo, uma descrição breve do que aconteceu naquele episódio e a duração também.

Plataformas para IOS e Android

Confira plataformas para estes sistemas operacionais.

Spotify

Além de ser a principal plataforma de streaming atualmente, o Spotify também é um ótimo agregador de podcasts. No ano de 2019, o Spotify comprou a Anchor, uma plataforma gratuita de criação de podcasts e a Gimlet, produtora de podcasts. Com esses investimentos, o Spotify se tornou uma das principais plataformas de podcast.

O Spotify possui uma aba destinada apenas aos podcasts, onde é possível encontrar playlists de descoberta de conteúdo para os mais variados temas. É ótimo para os ouvintes, que têm acesso aos mais variados tipos de conteúdo e aos produtores, que conseguem atingir ainda mais pessoas. O Spotify pode ser acessado pelo seu próprio site ou baixado nas plataformas: Apple Store para o IOS e na Play Store para Android.

Deezer

O Deezer, assim como outras plataformas como Spotify, é um serviço de streaming de música, mas que ultimamente também tem se dedicado aos podcasts. Ele possui um plano grátis, que é mais limitado, pois conta com anúncios e não permite que o usuário pule as músicas, a versão premium e a versão família, que garantem acesso total ao app, permitindo o uso de todas as ferramentas e sem a presença dos anúncios.

Ele pode ser baixado pela Play Store ou Apple Store, ou no próprio site do aplicativo. O Deezer possui um layout bem parecido com o do Spotify, e praticamente as mesmas funções também. Atualmente, o Brasil é o segundo país que possui mais usuários desse serviço.

CastBox

O Castbox é uma empresa chinesa e tem como principal objetivo agregar podcasts. Nessa plataforma, existe uma função exclusiva que é buscar palavras-chave dentro dos podcasts. Isso é possível pelo fato de que os áudios são automaticamente transcritos, quebrando um galho do ouvinte que busca ouvir algo específico.

    Existem duas versões para esse agregador, a gratuita que possui todas as funções básicas que o usuário precisa, porém existem anúncios ao abrir o app e também um número máximo de inscrições em canais (o usuário com conta gratuita só pode se inscrever em 100 canais). E a versão premium, que é livre de propagandas e permite com que o usuário se inscreva em quantos canais quiser.

Exclusivas do Android

O Google Podcast é uma das plataformas de agregador de podcasts da Google, foi lançado no dia 18 de junho de 2018 e está disponível apenas para dispositivos Android. Nele é possível ouvir, pesquisar e baixar os áudios, funções semelhantes a outras plataformas de streaming.

A plataforma Podcast Addict é bem completa, não tendo limites de uso. Criada por um brasileiro, comporta rádio, Youtube e Twitch. No mais, apresenta ferramentas importantes para fazer a administração dos programas que você quiser. O melhor: é grátis!

Já o Podcast Republic, seu ponto alto é a simplicidade. Mesmo com um sistema bastante customizável, os controles são bem simples. Você pode gerenciar podcasts, canais do youtube e audiolivros por exemplo. Além disso, dá para sincronizar aparelhos com o Dropbox. É grátis!

Exclusivas do IOS

O Apple Podcasts, por exemplo, existe desde 2012 e é exclusivo para dispositivos iOS e Mac, e pode ser baixado pela Apple Store.

O app Downcast é pago e só é possível utilizá-lo se você for usuário Apple. Ele oferece muitas possibilidades, como listas personalizadas. Ele ainda é compatível com Apple Watch. O valor é de R$10,90 para iPhone e R$18,90 para macOS.

Já o Overcast é gratuito. Criado pelo inventor do Instapaper, Marco Arment, apresenta integração ao Apple Watch, mecanismo de recomendações conectado ao seu perfil no Twitter. É muito prático de usar.

Método Sirius

Muitas pessoas pretendem usar ou já usam as redes sociais de maneira profissional. No entanto, boa parte desses empreendedores digitais não atingem os resultados esperados, mesmo postando com frequência no Instagram e no Facebook, ou publicando vídeos no Youtube. Este é o seu caso? Então, o Método Sirius foi feito para você. Com ele, você irá:

  • Criar conteúdos que gerem resultados rápidos e a percepção imediata de autoridade;
  • Postar conteúdo certo, no momento certo e na frequência certa;
  • Ganhar reconhecimento, visibilidade, seguidores e um  negócio online milionário.

Além disso, com o Método Sirius, você terá à sua disposição lives exclusivas, onde seu projeto poderá ser analisado ao vivo; um grupo de acompanhamento, que inclui o criador do método, Bruno Ávila, e outros grandes notáveis e, ainda, receberá todas as atualizações durante um ano. Para ter acesso a tudo isso e muito mais e ainda conhecer cases de sucesso do Método Sirius, acesse o site e cadastre-se na lista VIP!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda tudo sobre o marketing indireto

O marketing é uma área essencial para qualquer empresa. Todo empreendedor deve reconhecer que ele interfere nos resultados obtidos pela companhia, afinal suas ações são

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *