fbpx

Persona: entenda a importância e crie uma para sua marca

Você sabe o que é persona no marketing digital? A criação de uma persona é algo fundamental na estratégia de marketing de um negócio. Graças a ela, é possível ser coerente e efetivo na execução de processos e fechamento de vendas.

Há mais de um tipo de persona marketing, como a buyer persona. Já deu para você ter uma prévia da importância da persona marketing. Mas é preciso ir além, compreender, a fundo, sua função e relevância no mercado.

Confira, a seguir, nosso texto sobre a persona marketing digital!

Entenda o que é persona e sua importância no negócio I Foto: Pixabay

O que é persona?

Você sabe o que é persona no  marketing digital? Persona é um perfil fictício do cliente ideal de um negócio. Esse perfil, embora fictício, tem como base informações reais do comportamento, bem como características demográficas, da pessoa. Também, traz seus hábitos, hobbies, carências, motivações e preocupações.

Nesse sentido, a criação da persona esbarra no profundo conhecimento sobre o público-alvo. Ao analisar esse grupo de consumidores, você detecta traços em comum. Daí, dessa investigação, começa a surgir a persona marketing.

Cabe frisar que a persona marketing digital classifica-se, sobretudo, mediante seus hábitos de compra. Logo, não basta ter em mãos o sexo, a idade ou a região em que o cliente ideal, a persona, mora. Dessa maneira, você obtém esses dados necessários para compo a persona, por meio da realização de uma pesquisa quantitativa.

Diferença entre persona e público-alvo

Façamos uma pequena pausa em nosso conteúdo para chamar atenção à diferença entre persona e público-alvo, algo que costuma causar confusão na mente de muita gente. Você já se enganou quanto ao significado de cada um desses termos? Se sim, estamos aqui para isso: deixar tudo nítido em sua mente. É fácil.

A diferença fundamental é que, enquanto o público-alvo fornece uma definição geral dos consumidores, a persona consolida uma identidade mais concreta, valendo-se da construção de um personagem. Persona é humanizada e personalizada.

Para que serve a persona?

A persona serve para nortear as ações de Marketing Digital do seu negócio online. Nesse raciocínio, é necessário criar uma persona para estabelecer uma comunicação efetiva. Isto é: enviar a mensagem correta às pessoas certas. Com isso, maior o sucesso e menor as chances de falhar na estratégia de venda.

Importância da persona

A persona, por garantir uma boa execução da sua estratégia, inibe a necessidade de você investir recursos em vão. Do que adianta planejar, executar e divulgar um produto que supre as demandas apenas de A para uma pessoa B? Você vai se frustrar por não ser ouvido e não conseguir bater as metas do mês. Tudo por não ter uma persona…

Para ficar ainda mais claro a importância da persona (que tem suas necessidades reais e dúvidas) listamos alguns dos benefícios da persona marketing, veja:

  • Direcionar a sua estratégia de marketing a determinado perfil de cliente;
  • Orientar o tom de fala, estabelecendo comunicação correta;
  • Determinar o tipo de conteúdo a ser produzido;
  • Definir os temas sobre os quais você deve produzir artigos;
  • Definir o estilo do seu material.

Quais os tipos de persona?

Buyer persona

O buyer persona é o exemplo mais comum de ser visto na persona marketing. É o perfil semifictício do cliente ideal. Essa persona abarca o comportamento e objetivos daquele que vai comprar o seu produto/serviço.

Assim, esta persona é essencial para maior inclusão, já que não reforça estereótipos de clientes. A persona não é generalista, atende às necessidades específicas de cada pessoa. A buyer persona serve para saber as preferências de pagamento, estilo de vida e problemas de cada consumidor. Conhecendo os hábitos individuais, alcança-se resultados melhores.

Audience persona

Esta persona diz respeito ao engajamento/interação marca-usuário, o que é crucial no ambiente digital. No entanto, essa audiência pode ter um perfil distinto do comprador de fato. Por isso, indica-se criar a audience persona. Ela representa quem visita suas páginas nas redes sociais, lê posts do blog, como artigos, ou assiste aos vídeos.

Proto persona

Esta persona, a proto persona, é uma versão inicial das diversas personas de uma empresa no mercado. Para criar esta persona marketing, faz-se a chamada tempestade de ideias (brainstorming), da equipe. Nesse processo, faça um levantamento das principais características dos clientes. É, assim, uma persona guia introdutório para tocar a criação mais complexa de perfis.

Brand persona

A persona também pode ser criada para ilustrar os valores e a missão da marca, criando um perfil humanizado. Assim, essa persona pode ser encarada como uma forma de a empresa se aproximar do público com mais sucesso.

A exemplo disso, tem-se a assistente virtual da Magazine Luiza, a Magalu. A personagem aparece, com frequência, em propagandas da empresa, nos stories das redes sociais e em demais interações com os consumidores.

Como criar

Faça entrevistas aos seus clientes para ter informações suficientes capazes de compor o perfil da persona. É possível fazer isso por meio de um e-mail, um questionário (via Google Forms, por exemplo) ou mesmo por abordagem nas redes sociais, no direct message.

Fazendo pesquisas, você não se baseia em achismos e não corre o risco de ter um olhar de estereótipo/preconceito (machismo, racismo, sexismo, homofobia). Por isso, evite isso sempre estudando, desenvolvendo empatia e vontade de conhecer, fielmente, o seu público. Não julgue, se apoie em dados concretos.

As perguntas da pesquisa podem variar, mas, normalmente, passam por estes pontos:

  • Idade;
  • Profissão;
  • Hábitos;
  • Estado civil;
  • Filhos;
  • Bairro/cidade/estado;
  • Estilo de vida;
  • Hábitos de compra/pagamento;
  • Tecnologias usadas;
  • Canais por onde se informa.

Faça perguntas, tanto aos clientes quanto aos leads. Assim, você entende melhor o comportamento da futura persona. Veja exemplos de questões:

  • Quantos anos você tem?
  • Qual a sua formação?
  • A que área sua empresa pertence?
  • Que atividades faz em seu cargo?
  • Qual o seu estado civil?
  • Quais redes sociais mais usa?
  • Tem filhos? Quantos?
  • Qual a sua nacionalidade?

Depois, pegue as respostas geradas e aprofunde o perfil, usando gráficos, por exemplo. Tente achar um padrão nas respostas, um ponto de convergência entre elas. Não veja a persona como um monte de dados juntos, mas dados valiosos para o sucesso do seu negócio.

A seguir, confira mais um método de criar uma persona!

Design Thinking

Focado na colaboração, o Design Thinking serve para otimizar o desenvolvimento de projetos de um negócio. Ele é centrado nas pessoas. São situações de imersão de pessoas em problemas de soluções complexas e criativas. Mas o que isso tem a ver com persona?

Após definir o grupo de 5 a 7 colaboradores participantes, o conceito pode servir para ajudar na criação de persona. A “metodologia dos post its” permeia a imersão, análise, ideação e prototipagem.

Imersão

Momento de buscar o máximo de dados, pesquisar e unir conhecimentos. Há, ainda, a apresentação do objetivo: criar a persona. O gestor responsável solicita ao grupo que acompanhe clientes e aplique entrevistas que servirão de base para chegar à persona.

Análise

Organização dos dados levantados. É feita a análise das informações em conjunto. Depois, elas são colocadas em cartões de insights (post-its). Insira só uma informação em cada card. Cole todos eles na parede.

Em seguida, busque padrões (repetição ou tipo de informação, como profissão) nos post-its e junte. No fim, você verá aglomerados visuais. Logo, veremos a profissão dominante, ou seja, que apareceu mais.

Ideação

Comece a montar a persona. Usando o mapa da empatia, pegue cada grupo de post-its (profissão, hábitos, dores), conforme o mapa de empatia: o que pensa/sente, o que ele escuta, o que ele vê, o que ele fala e faz, objetivos e dores. Lê-se “ele” o  consumidor. Um mapa de empatia corresponde a uma persona.

Prototipagem

Na última etapa da criação da persona, vamos definir o nome, cargo, idade e formação. Descreva, em parágrafos, as características de comportamento. Para validar, vá à sua base de clientes de perfil semelhante à persona. Veja se faz sentido o perfil traçado. Se estiver tudo correndo bem, continue o processo e utilize a persona criada em seus projetos!

Conteúdos para sua persona

Para definir o conteúdo à sua persona, é preciso analisar a fase do funil de marketing.

  • Topo: artigos de blog, infográficos, vídeos, podcasts, newsletter, redes sociais;
  • Meio: artigos mais elaborados, email marketing, e-books, webinars;
  • Fundo: degustações de produtos, consultoria, cases de clientes, webinars de venda, reviews de produtos.

Exemplos de persona

Carla, 34 anos, quer se aposentar

Carla tem 34 anos, é cozinheira e trabalha como autônoma. Natural de São Paulo, ela não tem filhos, é solteira e mora com seu cachorro. Como Carla trabalha por conta própria, ela pensa em economizar parte da sua renda mensal (R$ 2.000) e investir a longo prazo para uma aposentadoria confortável.

Carla quer se aposentar aos 60 anos e procura um banco que a ajude a ter bons rendimentos. Ela entende quase nada de finanças.

Leandro, 21 anos, quer fazer intercâmbio

Leandro tem 21 anos e está no terceiro período de Jornalismo da UFRJ. É solteiro, não tem filhos e vive com os pais. É estagiário em um Jornal de grande circulação do estado do Rio de Janeiro. Recebe uma bolsa-auxílio no valor de R$1.200.

Ele sonha em realizar um intercâmbio em Portugal, mas não tem dinheiro para pagar, mesmo com a ajuda dos pais. Assim, Leandro precisa de um financiamento com uma taxa de juros acessível.

Elaine, 28 anos, quer financiamento para sua empresa

Elaine tem 28 anos, é capixaba e acabou de se formar em Administração pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Ela quer abrir seu próprio negócio: uma loja de bolos caseiros na capital. Para isso, precisa de um empréstimo para financiar a ideia.

Hoje, Elaine mora em uma república e foi efetivada na empresa em que era estagiária. A renda dela é de R$3.500. Quer vantagens de um banco confiável.

Percebeu? São três casos, cada qual com suas demandas diferentes.

Método Sirius

Muitas pessoas pretendem usar ou já usam as redes sociais de maneira profissional. No entanto, boa parte desses empreendedores digitais não atingem os resultados esperados, mesmo postando com frequência no Instagram e no Facebook, ou publicando vídeos no Youtube. Este é o seu caso? Então, o Método Sirius foi feito para você. Com ele, você irá:

  • Criar conteúdos que gerem resultados rápidos e a percepção imediata de autoridade;
  • Postar conteúdo certo, no momento certo e na frequência certa;
  • Ganhar reconhecimento, visibilidade, seguidores e um negócio on-line milionário.

Além disso, com o Método Sirius, você terá à sua disposição lives exclusivas, onde seu projeto poderá ser analisado ao vivo; um grupo de acompanhamento, que inclui o criador do método, Bruno Ávila, e outros grandes notáveis e, ainda, receberá todas as atualizações durante um ano. Para ter acesso a tudo isso e muito mais e ainda conhecer cases de sucesso do Método Sirius, acesse o site e cadastre-se na lista VIP!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda tudo sobre o marketing indireto

O marketing é uma área essencial para qualquer empresa. Todo empreendedor deve reconhecer que ele interfere nos resultados obtidos pela companhia, afinal suas ações são

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *