fbpx

Por que não comprar seguidores? 6 desvantagens de comprar seguidores nas redes sociais

Por que não comprar seguidores? A proposta parece tentadora. Imagine ganhar de 10 a 50 mil seguidores em poucos dias. Pensando assim, parece interessante e até a melhor solução para quem deseja empreender online. Talvez você mesmo ou algum conhecido já tenha pensado em comprar seguidores no Instagram, para dar uma alavancada na rede social e “ganhar credibilidade” por ter um número alto de pessoas seguindo. Contudo, essa situação não é tão simples como aparenta ser. Confira, a seguir, as desvantagens em comprar seguidores!

Por que não comprar seguidores? 6 desvantagens de comprar seguidores nas redes sociais
Alguns atalhos atrapalham o engajamento, como comprar seguidores | Foto: Freepik

Por que não comprar seguidores?

Você já pesquisou como comprar seguidores no Instagram ou em outra mídia social? Calma, não tem problema se a resposta for sim. Essa proposta realmente parece tentadora e muita gente já caiu nessa conversa fiada, porém: “é uma cilada, Bino!” 

Se você já comprou, não se preocupe também. Isso pode acontecer com qualquer pessoa. Contudo, agora que você parou para ler este post, vai aprender tudo sobre o assunto e por qual motivo é melhor fugir dessas promessas de “como comprar seguidores” ou “conquiste 10 mil seguidores em poucas horas”.

Um dos principais objetivos do marketing digital é expandir o negócio e conquistar um público cada vez maior. Nesse meio tempo, muita gente tenta pegar atalhos, porém acaba se enrolando, prejudicando o engajamento da marca e diminuindo a autoridade online. Comprar seguidores tem diversas desvantagens, como perda de relevância, queda de engajamento, resultados e métricas desfalcadas e redes sociais sem diálogo.

Para te ajudar, separamos uma lista de desvantagens e motivos para não comprar seguidores no Instagram. Confira, a seguir!

6 desvantagens de comprar seguidores nas redes sociais

1. Sua marca perde o alcance do público-alvo

Como dissemos, uma das principais metas de quem atua no marketing digital é expandir os negócios e ganhar mais seguidores. Contudo, de que adianta ter um milhão de pessoas te seguindo se essas pessoas não têm afinidade ou o mínimo interesse pelo seu assunto? Isso pode ser frustrante para a empresa, pois prejudica o engajamento da rede social e dificulta o alcance do público-alvo.

O que vale mesmo não é o número de seguidores, mas a quantidade de seguidores engajados. Ou seja, quantos compartilham, curtem, comentam e dialogam com as suas postagens. Ao comprar seguidores, o efeito rebote pode acontecer. Você terá muita gente te seguindo, porém uma pequena parcela te acompanhando de fato. Sua conta terá vários seguidores fantasmas e que não têm nada a ver com o seu assunto.

2. As métricas e os resultados do perfil ficam prejudicados

Partindo do primeiro tópico, este segundo é uma das consequências dele. Afinal, sem engajamento, você não terá uma métrica boa para apresentar aos clientes e parceiros ou, pior, terá os resultados desfalcados e sem um panorama real do seu público-alvo. Dessa maneira, será complicado oferecer um produto ou um serviço de qualidade para o seu cliente, pois os dados não serão tão assertivos e terão uma margem de erro considerável.

3. A sua conta recebe penalização da mídia social

Como muitas pessoas já buscaram formas de comprar seguidores, as plataformas digitais e redes sociais melhoraram os algoritmos e passaram a penalizar as contas que tomam esse tipo de atitude. Atualmente, esses aplicativos possuem diversas maneiras de captar bots e perfis falsos. Ao encontrá-los, são automaticamente excluídos e, em alguns casos, o perfil da loja ou do criador de conteúdo também recebe uma advertência. Isso pode tirar a credibilidade da sua empresa e prejudicar a sua autoridade online.

4. O seu perfil perde seguidores após a limpeza dos perfis fakes

Além da penalização, a atividade de “caçar perfis fakes” faz diversas limpezas e, consequentemente, causa uma queda considerável no número de seguidores. Então, além de atrapalhar o seu engajamento e a sua credibilidade, essa atitude pode te fazer perder dinheiro. Afinal, você pode perder boa parte dos seguidores que comprou.

5. O conteúdo que você produz perde relevância para a rede social

As plataformas digitais costumam entregar para os usuários os posts que são mais relevantes para cada nicho e perfil. No Instagram, principalmente, os Stories e as publicações do feed aparecem em ordem de importância. Em geral, os conteúdos com mais engajamento ou mais proximidade com o público-alvo aparecem primeiro que os outros. Ou seja, salvar, curtir, compartilhar e comentar os posts faz muita diferença. Ao comprar seguidores, suas criações ficam prejudicadas e com um desempenho menor em termos de relevância.

6. As pessoas que realmente te seguem ficam expostas a vários riscos

Comprar seguidores prejudica não só o desempenho da sua conta, mas também os seus seguidores. Isso porque eles ficam expostos a diversos tipos de bots e perfis fakes mal-intencionados, que podem acessar a sua lista de contatos livremente e distribuir spam (mensagens e publicidades não solicitadas e enviadas para um grande número de pessoas).

Comprar seguidores? Nunca mais!

Então, em vez de comprar seguidores e cair nas desvantagens que citamos acima, que tal aprender a utilizar as redes sociais ao seu favor? Com boas estratégias de marketing digital e a produção  de conteúdos ricos e de qualidade, é possível aumentar o número de seguidores organicamente. Além disso, para melhorar esse índice, procure novos parceiros, faça postagens periódicas, converse com o seu público-alvo e compartilhe seus conhecimentos de maneira criativa.

Além do mais, manter-se bem informado e estudar o mercado digital é primordial para fazer sucesso e aprender como ganhar dinheiro no YouTube, no Instagram, no LinkedIn, no TikTok ou em qualquer outra rede social. Então, por que não comprar seguidores? A resposta é simples! Para a sua marca não perder credibilidade e preservar a autoridade online. Portanto, não caia mais em ciladas desse tipo, como comprar seguidores no Instagram, por exemplo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda tudo sobre o marketing indireto

O marketing é uma área essencial para qualquer empresa. Todo empreendedor deve reconhecer que ele interfere nos resultados obtidos pela companhia, afinal suas ações são

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *