fbpx

Quais são as consequências da superexposição nas redes sociais?

É evidente que as redes sociais tornam-se cada vez mais presentes em nossas vidas e nas nossas relações interpessoais. Em 2020, mais pessoas acessaram a internet por meio de um dispositivo móvel do que em computadores desktop. Nesse cenário, o uso da internet móvel foi de 53,3%. Porém, a superexposição nas redes sociais pode trazer consequências bem sérias para os indivíduos que vivenciam cada segundo dentro das plataformas on-line.

superexposição nas redes sociais
Saiba as consequências da superexposição nas redes sociais | Foto: unsplash.com

Pensando nisso, entenda um pouco sobre os riscos das pessoas que postam tudo nas redes sociais e quais são as consequências da exposição exagerada de suas vidas. Confira!

Para que servem as redes sociais

Muitos conteúdos do meio digital estão relacionados ao trabalho ou ao marketing digital. Então, é muito comum que a internet seja realidade dentro ou fora do emprego. Suas outras funções são, principalmente com a pandemia do coronavírus, a comunicação com pessoas distantes ou fazer novas amizades por meio dos gostos pessoais compartilhados em comunidades virtuais.

Apesar de um objetivo simples como aumentar a sua rede de amigos, elas também podem ser utilizadas para dividir um momento com as pessoas que estão ativas diariamente. Ou seja, sua exposição on-line é uma forma de usar as redes sociais, mas também pode tornar-se entretenimento de outros usuários. Entenda melhor sobre isso abaixo!

Entenda a superexposição nas redes sociais

Instagram, Facebook, Twitter, YouTube, TikTok e outras diversas redes sociais podem tornar-se inimigas da vida privada dos adultos ou crianças que fazem seu uso exagerado para a promoção pessoal. Em entrevista à CBN de Vitória, a advogada, doutora em Direito Internacional pela USP e especialista em Direito Digital, Patricia Peck, explicou que tudo que é exposto na internet virou dado digital para criminosos. Isto é, a localização em que você foi jantar, o horário da sua caminhada ou o endereço do trabalho viram ferramentas para pessoas mal intencionadas e com potencial perfil criminoso.

Uma das necessidades do ser humano é transmitir suas percepções para outras pessoas e expor aquelas ideias a fim de perpetuar seus pensamentos e fazê-los ecoar em outros colegas. A exposição feita nas redes sociais é algo que pode ser feito com facilidade ou até sem a real intenção. Por isso, a atenção que recebemos dentro das redes sociais torna-se um estímulo para continuar com essa prática. 

pessoas que postam tudo nas redes sociais
Veja os perigos da exposição on-line | Foto: unsplash.com

Os perigos da exposição nas redes sociais

Com tudo isso, fica evidente que a superexposição na internet traz perigos que podem prejudicar os usuários mais ativos das plataformas. A cada postagem com um pouco a mais de informação, a segurança de quem publica acaba tornando-se mais escassa e os seguintes riscos podem ser esquematizados:

Golpes

As formas de chantagear ou pegar informações confidenciais para receber benefícios são muito comuns na internet. Os golpes podem ser feitos com um simples cadastro em sites não confiáveis, clonagem de números ou outros perfis hackeados que acabam solicitando valores altos para você.

Cyberbullying

O cyberbullying é uma prática de ofender pessoas on-line, geralmente com perfis anônimos e que crescem muito ao redor do mundo. São feitos constrangimentos, xingamentos, ameaças, assédio ou até abusos psicológicos com a vítima, que não tem muito como se defender com perseguições anônimas. Esse é um dos grandes perigos na internet e que, assim que descoberto, precisa ser denunciado. Confira mais sobre a prática na pesquisa da Unicef clicando aqui!

Privacidade exposta

Com tantas postagens pessoais fica mais simples que alguém, com atitudes perversas, decida compartilhar esses momentos, distorcendo a situação e transformando esse conteúdo em algo íntimo e ofensivo. Muitos confundem a frequência com a superexposição nas redes sociais, mas não são similares. Uma pessoa pode investir em sua imagem digital, aparecer na internet para vender seus produtos ou serviços e ter muito sucesso, mas isso deve ser feito com cautela e consciência, visto que uma exposição além da conta pode ser prejudicial.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *