fbpx

Startup: como criar e aprimorar um modelo de negócio

Saiba o que é uma startup e como funciona. Confira também algumas dicas para a criação de um negócio de sucesso que vise monetização!

Uma startup pode ser definida por um grupo de pessoas, não necessariamente uma empresa, que criou um modelo de negócios considerado escalável e repetível. Normalmente, suas ideias são inovadoras e dependem da tecnologia para funcionar. Ela é marcada por extrema incerteza em relação a investimentos e continuidade. Entretanto, se a corporação cresce, ela é capaz de gerar cada vez mais lucros.

Uma startup é formada por um grupo de pessoas com ideais similares | Foto: Mario Gogh
Uma startup é formada por um grupo de pessoas com ideais similares | Foto: Mario Gogh

Além de saber o que é uma startup, é importante entender o que os integrantes de uma fazem para ter um negócio de sucesso. Confira a seguir!

Como criar uma startup?


Primeiramente, você precisa entender que a sua ideia pode dar errado, por mais que pareça sustentável e eficiente. Por isso, o cenário é bastante incerto. Foque em transformar o seu trabalho em algo rentável, ou seja, que gere receita. Um exemplo de modelo de negócio utilizado pelo Google é a geração de anúncios monetizáveis. Outras empresas garantem o seu dinheiro por meio da venda de royalties. Entretanto, existem diversos outros modelos para inspiração.

A definição de “startup” engloba o termo repetível. Isso significa que você deve ser capaz de entregar o mesmo produto quantas vezes for necessário, sem muitas adaptações. Você deverá vender o mesmo item ou serviço, independente da demanda. Já o termo “escalável” é basicamente a essência da startup: crescer sempre, sem que o modelo de negócios seja afetado. Nesse momento, é preciso crescer em receita, mas sem aumentar consideravelmente os custos, para que o lucro não seja diminuído. 

Mas como é isso na prática?

É preciso definir a persona, ou seja, o seu perfil de cliente ideal. O Produto Viável Mínimo (MVP) é um tipo de teste que deve ser feito para ver se o seu produto vai funcionar ou não. Além disso, o modelo de negócios, exemplificado anteriormente, é fundamental: ele envolve as principais tomadas de decisão sobre a sua startup. Lembre-se que você ainda pode optar por criar um marketplace. Se os seus resultados forem negativos, corrija as possíveis falhas e o modelo de negócios para a criação de algo viável e que prospere.

Para criar uma startup, é preciso ter ideias e transformá-las em realidade | Foto: Mika Baumeister
Para criar uma startup, é preciso ter ideias e transformá-las em realidade | Foto: Mika Baumeister

Contar com uma equipe dedicada e responsável é muito importante para o sucesso da sua empresa emergente. Contrate pessoas qualificadas. Se esses colaboradores compartilharem dos mesmos valores e propostas, é mais fácil que as tarefas sejam bem executadas.

Passos fundamentais

1. Validação

Para validar o seu modelo de negócios, você precisa definir segmentos como: intenção/motivação com o produto; público-alvo e suas necessidades; funcionalidades do produto (devem relacionar-se com a proposta de valor) e valores (motivos para investir no produto e objetivos com ele).

2. Modelo de negócio

Como já foi abordado, ele deve ser criado logo após a validação das hipóteses iniciais. Além disso, é importante escutar os clientes e possíveis clientes para a tomada de melhores decisões.

3. Validação da solução

Ofereça sua solução automática, primeiro, de forma manual. É preciso introduzir sua resposta no mercado, mesmo que ela não esteja totalmente pronta. Isso é chamado também de MVP Concierge. Existem startups que desenvolvem essa função por: Facebook, blogs, sites, WhatsApp ou até  pessoalmente. A monetização começará aqui: existe um perfil  de cliente que costuma pagar por uma solução mesmo que ela não esteja completa, pois acredita na proposta de valor envolvida.

Se você seguir todos os passos e continuar se dedicando, provavelmente a receita vai começar a crescer. Assim, pense em adquirir uma nova leva de investimentos para que a startup comece a ter características mais sustentáveis.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda tudo sobre o marketing indireto

O marketing é uma área essencial para qualquer empresa. Todo empreendedor deve reconhecer que ele interfere nos resultados obtidos pela companhia, afinal suas ações são

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *