fbpx

Storytelling: O que é e como se relaciona com o marketing de conteúdo

Desde a Idade da Pedra, há muitos e muitos anos, nós gostamos de apreciar (e contar) uma boa história. O ser humano por natureza adora uma história. Seja aquelas que passam de geração em geração, a história da fila da padaria, a história de pescador… e muitas outras situações da vida. Você é uma dessas pessoas?

Saiba que você é um apreciador do storytelling, a arte de contar história! Hoje em dia, é fundamental que uma empresa saiba como contar uma história persuasiva se quiser atrair clientes e ganhar dinheiro na internet.

Assim, preparamos um artigo sobre storytelling e sua importância no marketing (o storytelling marketing). Ah, e dentro disso, também te contamos o que é Marketing de conteúdo relacionado à história. Para conferir isso e muito mais, confira a leitura e conquiste um espaço de valor no mercado gerando conexão com a audiência!

O storytelling conta uma história com persuasão, conectando clientes I Foto: Pixabay

O que é storytelling e como funciona?

Storytelling é a arte de contar história para comunicar ideias, conquistar clientes e fechar vendas. Isto é: utilizar recursos para além das palavras (imagens, sons, interação) para transmitir uma informação. Essa técnica ajuda na promoção e consolidação de uma marca, de forma indireta, visando a venda de produtos/serviços.

Comumente presente em estratégias de marketing e na publicidade, o storytelling, nesse aspecto, apresenta caráter persuasivo. É uma maneira, digamos, mais acolhedora de chegar ao público e se vender.

O livro “A arte do storytelling” (original, The Art of Storytelling) de John D. Wash foca na persuasão na história, um dos principais elementos do storytelling. Isso é porque persuadir a audiência ajuda a construir autoridade. Nessa linha, o storytelling traz, junto à informação objetiva a ser transmitida, um contexto da história com o intuito de causar impacto e cativar a audiência.

É importante frisar, no entanto, que o storytelling não é sinônimo de simplesmente contar história. Storytelling é contar uma história fazendo-se valer de recursos específicos de linguagem, como gatilhos emocionais e metáforas, na intenção de conquistar o leitor a tomar uma ação. Na maioria das vezes, a ação é comprar.

Marketing de conteúdo e storytelling, qual a relação?

O storytelling está muito em alta nas ações de marketing de conteúdo, é o famoso storytelling marketing. Então, antes de continuar nosso texto, você precisa saber o que é Marketing de conteúdo.

Pois, o marketing de conteúdo é uma estratégia de atrair clientes mediante a produção de conteúdo de valor (textos, podcasts, vídeos, imagens, e-books). São materiais voltados a solucionar problemas do público. A história, storytelling marketing, pode, sim, se apresentar assim.

Como os dois conceitos se relacionam, marketing e história? Bem, hoje, poucas são as pessoas que realmente param para ler, com atenção, um material do início ao fim. Muita gente apenas bate o olho, escaneia o conteúdo, e já pula para outra página. Você mesmo já deve ter feito isso com o excesso de informações que te cerca.

Aí está a relevância. Um storytelling marketing, ou seja, uma história contada de forma simples, clara e que incentive a interação (envolvimento) com o público pode trazer muito sucesso ao negócio. Com um bom storytelling marketing, é possível alavancar o tráfego do site da empresa, o que, pouco a pouco, te ajuda a construir credibilidade.

Começando pelo início, um título bem feito é tudo no storytelling marketing! Ele fará com que a pessoa fique curiosa, instigada em prosseguir a leitura ou abandone na hora. Se há conexão emocional, você está no caminhando certo.

Aplicação do storytelling: Onde e como fazer

O nascimento de uma boa história não é simples. Contudo, há tópicos importantes, dicas de como fazer um storytelling.

Persona

A persona é o perfil fictício do cliente ideal de um negócio. Então, serve para você saber com quem está falando e atingir seu objetivo final. Tendo isso em mente, construa sua história com foco, de acordo com as características da persona. Entregue exatamente o que a persona está buscando.

Inspirações

Selecione um grupo de história que você admire. Não há nada a temer em usar referências, afinal não é plágio.

Polêmica

Nós adoramos uma polêmica. Um título atrativo, curioso e delicado sempre nos instiga a ir a fundo. Use isso, mas não minta. Não seja sensacionalista, como prometer algo na chamada que em nenhum momento mencionou no texto.

Essência

Não saia escrevendo, reflita no que você quer causar com aquela história.Tenha clareza e objetividade para transmitir a essência, a moral, do conteúdo. O leitor precisa entender o que você quis dizer, não há espaço para ambiguidades ou conteúdo fragmentado.

Personagem de personalidade forte

Empreste características humanas ao personagem. A audiência sempre busca identificação com o protagonista de uma história, um texto ou conteúdo. Logo, coloque expressividade e verdade no personagem para a pessoa se envolver mais.

Pense no fim da história antes de saber o meio

Antes de começar a escrever a história, você precisa saber como termina. O final da história é o ponto alto, marcante e difícil da produção. Tenha planejamento e esteja atento aos detalhes do enredo. Um bom final sela o clímax da história de modo profissional, como um exímio escritor.

Termine!

Uma história nunca acaba, sempre há desdobramentos. Os jornalistas e escritores que o digam! No entanto, pense que você está fazendo storytelling voltado ao conteúdo de marketing. E como tempo é dinheiro, não enrole tanto para chegar ao fim. Termine, e depois veja o que pode ser aprimorado.

Como utilizar o storytelling na sua produção de conteúdo/ negócio

Suponha que você vai contar uma história em seu artigo de blog. É de suma importância explorar mecanismos linguísticos, como metáforas, ao apresentar seu produto ou detalhar um case de sucesso. Elas prendem a audiência, facilitando a apreensão do conteúdo dado.

Além disso, use criatividade na produção do seu conteúdo. Seja original e ousado, mesmo havendo vários outros materiais semelhantes. Você tem o seu jeito de contar a história. Da mesma forma, seja verdadeiro. Técnicas de ficção são muito bem-vindas, mas a falsidade não!

Por fim, aplique as dicas que demos ao longo do texto e atenção à sua volta. Ouça a história que seus familiares contam, colegas e conhecidos. Inspire-se no cotidiano e amplie suas estratégias a outro patamar.

Jornada do herói e a arte de contar histórias

A jornada do herói é um padrão da arte de contar histórias. Este é o tipo de história, de storytelling, mais famoso. A ideia é um mocinho, um herói, vivendo sua vida normal. Neste Universo, há um problema: o herói, então, percebe e se vê em um dilema sem solução.

Até que algo ocorre e transforma a vida dele. Ele passa a refletir sobre a necessidade de fazer algo para virar uma pessoa diferente e conseguir resolver. No entanto, nesse mesmo momento, ele se sente com medo e não quer ser um herói.

Como mágica, o herói encontra um mentor, um sábio que vai transformá-lo em herói. Este reconhece que é hora de mudar de rota, deixando seu antigo mundo para trás. Hora de lutar contra inimigos fortemente.

Ao ver que não vai dar para salvar o mundo só, ele busca ajuda, faz aliados e amigos com objetivos em comum. Nesse momento de sua trajetória (da jornada do herói), o personagem enfrenta um grande desafio, geralmente, está de cara para a morte.

Após uma epifania,  o herói vence a “guerra” contra o mal e retorna mais forte do que nunca. Feito isso, ele pode viver sua vida normalmente.

Livros sobre storytelling

Por fim, vamos deixar indicações de livros para que você se inspire na hora de contar sua história e saborear o storytelling. Todos eles falam sobre o processo de escrita, de contação de história, com todas as suas nuances e elementos importantes.

  • Sobre a escrita, Stephen King (focado em escrita de história de ficção);
  • The Best Story Wins, Matthew Luhn (focado em marketing e história para negócios);
  • All Marketers Are Liars, Seth Godin (focado em marketing e história para negócios);
  • The Art of Nonfiction, Ayn Rand (focado em escrita de história de não ficção).

Storytelling: exemplos

Nextel

“Não ao rótulo” foi o tema do comercial. A empresa juntou várias figuras famosas para contarem sobre dificuldades na TV e internet. Nem precisa falar que o público comprou a ideia e gerou grande repercussão, engajamento e empatia, certo?

Junto a isso, destacou a missão da Nextel: aproximar pessoas, visto que a empresa é associada a prestadora de serviço para pessoas jurídicas.

Always

A marca de absorventes contou uma história em seu comercial, colocando no centro a forma como as mulheres são vistas pela sociedade geral. A campanha traz elementos verídicos, que emocionam e propõem uma reflexão profunda.

Google Search

A campanha da gigante ocorreu na Índia. Uma menina (neta) e um senhor (avô) usam a ferramenta (google search) para achar um amigo de infância do avô. Assim, de modo sutil, o Google aparece como o herói que vai resolver um conflito geracional. Há todo um clima familiar acolhedor na propaganda. É isso o que o storytelling faz: emociona.

Método Sirius

Muitas pessoas pretendem usar ou já usam as redes sociais de maneira profissional. No entanto, boa parte desses empreendedores digitais não atingem os resultados esperados, mesmo postando com frequência no Instagram e no Facebook, ou publicando vídeos no Youtube. Este é o seu caso? Então, o Método Sirius foi feito para você. Com ele, você irá:

  • Criar conteúdos que gerem resultados rápidos e a percepção imediata de autoridade;
  • Postar conteúdo certo, no momento certo e na frequência certa;
  • Ganhar reconhecimento, visibilidade, seguidores e um negócio on-line milionário.

Além disso, com o Método Sirius, você terá à sua disposição lives exclusivas, onde seu projeto poderá ser analisado ao vivo; um grupo de acompanhamento, que inclui o criador do método, Bruno Ávila, e outros grandes notáveis e, ainda, receberá todas as atualizações durante um ano. Para ter acesso a tudo isso e muito mais e ainda conhecer cases de sucesso do Método Sirius, acesse o site e cadastre-se na lista VIP!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Entenda tudo sobre o marketing indireto

O marketing é uma área essencial para qualquer empresa. Todo empreendedor deve reconhecer que ele interfere nos resultados obtidos pela companhia, afinal suas ações são

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *