fbpx

8 dicas para saber antes de começar seu negócio on-line

O empreendedorismo digital é uma jornada interessante e que pode gerar bons resultados. Contudo, está longe de ser uma caminhada fácil: é necessário atentar-se a algumas características antes de começar seu negócio on-line. O planejamento é a fórmula para negócios on-line alcançarem o sucesso. Então, fique com a gente e conheça oito dicas que você precisa saber antes de “tirar sua ideia do papel”.

negócio digital
Saiba 8 dicas para saber antes de começar seu negócio digital | Foto: Pexels

1. Características de um empreendedor

Esse é o primeiro ponto para qualquer pessoa que deseja abrir um negócio, seja tradicional ou digital. “Você sabe qual o perfil de um empreendedor?” ou “você corresponde ao perfil?” são perguntas básicas a se fazer antes de começar seu negócio. Um empreendedor precisa ser proativo, comunicativo, criativo e versátil. Essas são apenas algumas das características primordiais para ter ou desenvolver. A liderança e a resiliência também são extremamente necessárias.

É muito comum na mídia a imagem do empreendedor como alguém que é “dono do seu próprio nariz”, que decide quando trabalhar e não está preso às rotinas estressantes dos empregos. Contudo, no começo do seu negócio, será necessário trabalhar bastante para conseguir suas primeiras vendas on-line. É preciso entender essas nuances do empreendedorismo: a jornada de um empreendedor não é uma crescente linha em direção ao sucesso, mas sim um caminho com altos e baixos repleto de ajustes na rota. Paciência e resiliência são essenciais para manter-se firme e colher os frutos do seu trabalho.

2. Identificação com o segmento

Identificar-se com o segmento do seu futuro negócio digital é essencial para aumentar as chances de sucesso. “Será que seu perfil combina com o negócio?”: essa é a pergunta que deve ser feita. Se a resposta for sim, perfeito, são grandes as chances de você se manter motivado ao longo do processo e conseguir alcançar seus objetivos.

Uma dica para escolher bem a área de atuação do seu negócio é justamente se conhecer bem. Uma pessoa que já morou na Itália e possui facilidade com idiomas, por exemplo, pode ter mais sucesso empreendendo na criação de uma plataforma de ensino de italiano do que em um e-commerce de pneus para caminhões.

3. Escolha de sócios e da equipe

É natural que, no começo de um negócio, procure-se baratear os custos ao buscar ajuda de familiares ou amigos. Essa ajuda é muito bem-vinda, mas é preciso escolher quem será sua equipe e, em caso de sociedade, quem serão seus sócios. Mais do que a relação de carinho e confiança, aqui vale o perfil de cada um. Será que seu amigo é a melhor pessoa para ajudar no desenvolvimento do seu negócio? Ademais, é necessário manter sempre o profissionalismo nas relações, separando a vida pessoal da profissional.

4. Plano de ações

Conhecer quais são as suas metas e objetivos é uma forma de se planejar para torná-los realidade. Contudo, mais importante do que apenas conhecê-los, é tê-los esquematizados, ou seja, expor essas metas e objetivos em planilhas ou de algum outro modo no qual eles possam ser facilmente compreendidos e analisados. Sem essa esquematização fica muito complicado traçar ações que visem alcançar resultados e analisar se elas estão surtindo o efeito desejado.

 5. Paciência e resiliência

Talvez, esse seja o ponto mais importante antes de começar um negócio digital: o processo de construção exige paciência e resiliência. Quando começamos a nos planejar para criar uma marca ou empresa, é normal idealizarmos como os processos irão acontecer. No entanto, nem tudo depende de nós. Portanto, entender que algo pode sair do controle e estar disposto a contornar situações adversas é essencial, principalmente no começo de um negócio. Podem ocorrer atrasos com fornecedores, você pode ter deixado escapar algo do seu planejamento: enfim, é importante que esses momentos não te desestabilizem a ponto de impedir que as soluções apareçam.

Outro pilar importante é a paciência para obtenção de resultados. É natural estar ansioso para ver o seu negócio crescer, mas não espere vendas exorbitantes na primeira semana de operação. Entender que “as coisas não acontecem da noite para o dia” é primordial para evitar frustrações ou decisões precipitadas.

6. Ajuda

Já abordamos no terceiro item sobre a importância de se escolher bem a equipe do seu negócio. Agora, focaremos na importância de receber ajuda. Quando se inicia um negócio, a quantidade de tarefas é enorme. Mesmo com todo o planejamento do mundo pode ser complicado cumprir todas as demandas de maneira eficaz.

Reconhecer que precisa de ajuda é essencial. Você não precisa sobrecarregar-se ou tomar todas as responsabilidades para si: é possível repartir algumas funções com a sua equipe. Caso não tenha uma equipe, você pode pedir ajuda a algum amigo ou parente de confiança para tarefas que não necessariamente precisam ser realizadas por você.

7. Planejamento financeiro

Para começar um negócio, não é necessário apenas uma boa ideia e vontade de fazer as coisas acontecerem: existem custos inerentes ao ato de empreender. Portanto, planejar-se financeiramente permite maior tranquilidade ao lidar com todos esses valores. O planejamento financeiro não irá apenas prevenir que falte dinheiro para investir na empresa, mas também ajudar no item cinco (paciência). Nos primeiros momentos, é natural investir bastante no negócio e não perceber um resultado imediato.

Pensemos em um e-commerce de moda: o empreendedor inicialmente terá gastos com fornecedores, produção das peças, construção do site e anúncios em redes sociais. Isso tudo sem ter vendido uma única peça de roupa, o que pode gerar algum desespero. Mas, com o planejamento financeiro, é possível lidar com esses gastos e entender que eles são necessários, o que ajuda a manter a calma.

8. Antecedência no planejamento estratégico

Já é clichê falar que tudo que é planejado com antecedência sai melhor do que o que é feito no improviso. Entretanto, em alguns casos, isso é a pura verdade. É preciso reservar um tempo antes de lançar seu negócio digital e acertar todos os pontos do seu futuro empreendimento, que começa muito antes de entrar em operação.

Esse período deve ser empregado na construção de um planejamento estratégico. Algumas perguntas que devem ser respondidas nesse planejamento estratégico são:

  • Quem serão os fornecedores?
  • Quem é a persona da marca?
  • Quem é o público-alvo?
  • Quais canais serão utilizados para a comunicação com esse público?
  • Como trabalhar com marketing digital para conseguir vendas?

Ter tudo isso esquematizado diminui a pressão e ansiedade antes de lançar o negócio, pois o conhecimento de todo o “caminho” que será seguido pela marca já está em andamento.

Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog e saiba mais sobre como aumentar os resultados de seu negócio on-line.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *