fbpx

Curso online: confira 8 dicas de como ganhar dinheiro

Não tem como negar que a internet faz parte da nossa vida, e a tendência é que isso apenas aumente com o tempo, pois nos tornamos mais dependentes da conexão online e apreciamos a facilidade que a tecnologia nos proporciona. Durante tempos de pandemia e reclusão, as pessoas dependem de seus aparelhos eletrônicos para tudo: trabalho, escola, faculdade, conversar com os amigos, ver filmes e séries e saber o que acontece no mundo exterior. É um período difícil, mas que podemos usar em nosso favor, aproveitar o tempo e os eletrônicos que temos para aprender coisas novas por meio de cursos online. Que tal você aproveitar essa oportunidade para aprender como ganhar dinheiro com curso online?

Os cursos online têm sido uma ótima ferramenta de aprendizagem desde antes da pandemia. O distanciamento social fez com que todos nós nos conectemos ainda mais com nossos aparelhos eletrônicos e, desse modo, o mercado de cursos online cresceu cerca de 68%, e a busca por cursos de especialização cresceu em 130%, segundo um levantamento do Google. Ou seja, certamente ganhar dinheiro com cursos é um negócio promissor, seja para ser sua renda principal ou auxiliar. Os cursos online são flexíveis, mais baratos e ainda fazem você aprender os mais diversos conteúdos de acordo com seus interesses. Eles podem servir como um meio para reforçar conhecimentos ou aprender novos conteúdos, conhecer novas pessoas, além de dar aquele “up” no currículo.

Se você está interessado em partir para esse mercado e já sabe como criar curso online, ou seja, já tem noção do seu conteúdo, por exemplo, um “curso de como ganhar dinheiro na internet”; já sabe os assuntos e tópicos que estão em alta; consegue se comunicar bem com seu público; definiu sua carga horária e disponibilidade; fez o roteiro do seu curso e das atividades que serão propostas; escolheu o formato que mais lhe agrada (e-books, vídeoaulas, screencasts, audiobooks, podcasts, e-Magazines, kits) e já separou o dinheiro para investir em conteúdos extra (equipamentos, profissionais de áreas específicas, divulgação), então você provavelmente já está pronto para saber como ganhar dinheiro online. Leia este post a seguir! 

Você quer ganhar dinheiro na internet? Saiba aqui como ganhar dinheiro com curso online, de forma engajante e lucrativa.
Aprenda a como ganhar dinheiro com cursos online | Foto: Freepik

Vantagens de ter um curso online

Algumas vantagens do curso online são: maior comodidade, flexibilidade dos horários, gastos menores na produção, economia de tempo, variedade de conteúdos e temas disponíveis online, obter uma logística prática, oferecimento de certificado, formatos diferentes em uma pluralidade de plataformas e uma qualidade de vida melhor em geral, já que você é seu próprio chefe, fala de assuntos que é interessado e tem toda a liberdade para montar sua rotina, atividades e controlar os lucros. No começo, pode ser trabalhoso, mas com o tempo você irá colher os benefícios desse empreendimento.

Como ganhar dinheiro vendendo cursos online?

Tem vários jeitos de rentabilizar seus cursos, como também tem como ganhar dinheiro com curso online se ele for gratuito. Veja a seguir: 

  • Parceria com empresas que estão relacionadas com o conteúdo que você vende, assim, você pode cobrar pela inserção da marca no curso ou uma comissão pela quantidade de produtos que os seus alunos compram da empresa.
  • Google Adsense, um serviço da Google que permite que você ganhe dinheiro com páginas virtuais, por meio de anúncios e o clique dos internautas na página para gerar lucro. Os ganhos pela plataforma não são elevados, então é recomendado usar a ferramenta como um extra, não como canal principal para ganhar dinheiro. Para participar do Adsense é só se inscrever na página.
  • Cobrar o curso pela internet, com um preço fixo e justo, de acordo com a qualidade do conteúdo, e lembre-se de que quem procura cursos online geralmente está em busca de preços mais acessíveis. Veja o quanto seus concorrentes estão cobrando, em média, cursos básicos de 10 a 30 dias tem um custo de 50 a 300 reais.

Dicas de como ganhar dinheiro vendendo cursos online

1. Produza um bom conteúdo, tanto em tema quanto em qualidade visual

Você iria assistir a um curso online dado por alguém que não sabe nada sobre o assunto? Quando você procura e pesquisa um assunto que você é autoridade e domina, além de falar do conteúdo de forma apaixonada, também dá mais credibilidade para o que está sendo falado. Não escolha um tema por escolher, se escolher um que realmente gosta, consequentemente vai produzir um bom conteúdo, pois está se empenhando para transmitir algo que você ama para o público também gostar.

Talvez o que você seja apaixonado não seja um tema que esteja muito em alta no mercado, então tente arranjar um jeito de fazer o curso sobre um assunto que você goste e domine, e que ao mesmo tempo também vá interessar e engajar pessoas. O que pode ajudar é encaixar um amigo ou parceiro em seu negócio, escolherem um tema que ambos gostem e entendam muito a ponto de dar aula, aprenderem um com o outro e dividirem os lucros depois.

Ademais, a qualidade do conteúdo também depende dos recursos que você investe. Uma boa câmera, um bom microfone, um estúdio de gravação e uma boa plataforma para postar o curso. Se usar ferramentas que não são boas, vai afetar a qualidade do seus vídeos para o curso, e pode deixar ele desagradável e difícil de entender. Invista também em um editor de vídeos, para não deixar o conteúdo igual o de todo mundo, procure um diferencial e uma identidade visual forte.

2.  Defina qual será o programa de assinaturas do seu curso

Existem diversos formatos de assinaturas para um curso na Internet. Como, por exemplo: planos de assinaturas, curso completo com acesso por um tempo determinado, vendas por módulos individuais, entre outras opções.

Existem dois tipos de venda: recorrente (assinaturas) e pontuais (módulos e pacotes). Naquele, o cliente assina um curso que fará pagamentos recorrentes, de forma mensal, bimestral, trimestral ou outra forma que ele desejar; nesse plano você tem uma certa garantia do dinheiro que você vai ganhar, já que um contrato foi assinado, mas não deixe isso tornar você um preguiçoso, sempre procure novos clientes e alunos para seu curso. Esse modelo é indicado para quem já tem uma base grande de conteúdo ou irá produzir com uma frequência alta, disponibilizando novidades para os assinantes.

O modelo de vendas pontuais é de vendas únicas, o cliente compra uma vez e não tem mais vínculo com o professor. Você o vende em módulos ou pacotes para serem usados uma vez, como cursos preparatórios para provas. Com esse modelo, você não tem previsão de lucro, já que é pago somente uma vez, por isso é necessário investir todo mês em conteúdos novos e marketing para atrair novos alunos e segurar os alunos que já compraram com você.

Cada modelo atrai um tipo de público e um nicho específico. Saiba se seu público prefere um curso por assinatura, com conteúdo mensal, ou se é melhor ter o curso inteiro disponível de uma vez para que eles possam acessá-lo a qualquer hora. Então, antes de lançar o curso, faça uma pesquisa. Verifique como os seus concorrentes atuam e qual é a melhor opção para o seu público-alvo.

 3. Divulgue o curso

Você não vai ganhar dinheiro com seus cursos se ninguém saber que ele existe. Por isso, é importante investir em divulgação. Elas podem ser feitas em várias redes sociais, assim, crie seu próprio site e uma conta nas redes para seu curso. Se não sabe manejar bem as redes, então vale a pena investir em alguém para assessorar suas redes e divulgar seu curso.

Aproveite os algoritmos nas redes para aumentar a visibilidade do seu curso e faça com que ele fique conhecido pelo público, especialmente o seu público-alvo, que mais irá acessar e compartilhar seu conteúdo.

Assim, crie anúncios para serem vistos em vários sites, de preferência aqueles que são relacionados com o que você está vendendo no curso online. Pode usar ferramentas como Google Ads e Facebook Ads, mas lembre-se de segmentar o público que você tem interesse para que sua estratégia dê certo e você atinja clientes que se interessem pelo seu curso.

O blog também pode ser uma ferramenta de divulgação utilizada pelo marketing de conteúdo. Quanto mais posts você conseguir publicar, com maior consistência, maior é a chance do seu público encontrar o blog como referência para o nicho.

Outro jeito de divulgar seu curso é por meio de estratégias e ferramentas de SEO (Search Engine Optimization) que irão fazer com que seu site se destaque em sites de busca como Google, Yahoo ou Bing. Esse plano é voltado para aprimorar a busca orgânica, que são os resultados naturais que aparecem em determinadas pesquisas de busca, ou seja, aqueles que não foram pagos para aparecer, e esses resultados se posicionam, geralmente, na primeira página de pesquisa, o que dá ainda mais visibilidade para seu negócio. Segundo dados da Advanced Web Ranking, o primeiro resultado orgânico recebe cerca de 34% dos cliques, o segundo 17% e o terceiro recebe 12%

Um dos principais fatores de posicionamento do Google são as indicações que outros sites fazem para seus conteúdos por meio de backlinks (também são conhecidos como links de entrada e inbound links. Para um determinado recurso da web, é um hiperlink de algum outro site. Um backlink é qualquer ligação recebida de uma fonte na web para outra fonte na web). Assim, se seu site é mencionado por um portal relevante, seu curso ganha força e o Google entende que ele é relevante para o usuário, o que pode fazer com que ele suba nas buscas da ferramenta.

Para conseguir que outros sites te indiquem, você deve produzir bons conteúdos, que possam até servir de referência para seu ramo. Você pode se divulgar para esses sites por meio do blog, das redes sociais e de e-mail marketing para disseminar seu curso.

Bom, mas se você acha que o e-mail não é mais um meio de comunicação utilizado até hoje, está redondamente errado. Ele pode ser uma ótima ferramenta para comunicação e de divulgação, porque com o e-mail você consegue estabelecer uma relação direta com seu público e promover, de forma eficaz, seu curso.

Para isso, escolha uma ferramenta de disparo de e-mails, existem algumas pagas e outras gratuitas, que se harmonize com a plataforma que você escolheu para publicar seu curso, assim você consegue mandar e-mail para quem adquiriu seu produto. Por meio dos e-mails, você pode oferecer ofertas exclusivas e ricas, vender e-books, e isso pode interessar pessoas que já conhecem seus cursos a querer comprar mais produtos seus de conteúdos diferentes. 

Webinários e transmissões ao vivo são outro jeito de divulgar seu curso e conhecer novos alunos. Por meio das transmissões, você consegue conversar com seu público, com parceiros do mesmo ramo, e pode se apresentar para clientes em potencial. Você pode usar o espaço para sanar dúvidas, dar dicas sobre sua área e oferecer apoio aos seus seguidores. Essas transmissões são como seminários, você reúne pessoas interessadas por um tema para discutir, debater, aprender e trocar informações, e você no centro de tudo, sendo a autoridade no assunto.

4. Escolha sabiamente em qual plataforma o curso ficará disponível

Como já mencionamos, é importante escolher uma boa plataforma, que seja conhecida, fácil de mexer e que possibilite colocar diferentes conteúdos e formatos dentro dela. Assim, ela precisa oferecer as funcionalidades necessárias, ter uma boa avaliação dos usuários e ser boa para você, com um suporte 24h e um bom SAC.

Seus alunos e clientes com certeza não irão gostar se eles tiverem dificuldades para mexer no site, tiverem problema na hora de pagar ou de pedir assistência e tirar dúvidas na plataforma. Esses detalhes interferem muito na hora de seguir adiante com o curso, por melhor que suas aulas sejam. Por isso, verifique se a hospedagem da página é segura, se é personalizável e se tem um acesso fácil e uma usabilidade intuitiva.

5. Não quer oferecer um curso próprio? Faça parte de um programa de afiliados

Você já ouviu falar em marketing de afiliados? Esse formato permite a divulgação de cursos online e aumenta o alcance do público-alvo. Outras pessoas divulgam o seu curso e ganham uma comissão preestabelecida a cada venda efetivada. Esse plano é perfeito para quem está começando e quer que seu negócio dê frutos, mas percebeu que não consegue alcançar muitas pessoas pois não sabe fazer o marketing do curso, e não consegue vender o próprio peixe. 

Esse plano é bom tanto para quem oferece o curso quanto para quem trabalha na divulgação, pois ambas as partes lucram no final. Se, por exemplo, o seu curso for atemporal, você pode gravar apenas uma vez e aí é só investir nesse marketing e vender por um período de médio a longo prazo, logo, mais pessoas conhecem seu curso.

6. Tenha um plano de aulas bem estruturado

Crie um plano de aulas, ele irá estruturar seu curso, os objetivos dele, o conteúdo das aulas e as atividades que serão passadas. Um plano de aulas garante a organização do curso e o cumprimento das metas estabelecidas.

Monte um documento que descreva as seguintes etapas: tema da aula, objetivos, conteúdo, metodologia, cronograma, recursos e avaliações (provas para os alunos, se for o caso, e peça para os alunos avaliarem o curso também, leve isso como feedback para reestruturação do curso).

Esse documento será seu guia, pode ser editado e alterado a qualquer momento, dependendo da quantidade de tempo e investimento que será feito no curso.

Elabore um roteiro das aulas, pois um bom roteiro ajuda a planejar melhor o curso. O roteiro engloba os tópicos das aulas e recursos audiovisuais e sonoros que serão utilizados. Com um roteiro, é mais difícil você esquecer de passar alguma informação importante, além de ter uma noção da duração da aula.

Providencie os materiais que serão utilizados na produção das aulas do curso, como câmeras, microfones, iluminação, computadores e o que mais for necessário. Se for gravar vídeos e não sabe como filmar ou editar, procure um profissional que saiba fazer isso, como um videomaker, dependendo de quem você contratar, ele pode auxiliar você na pré e pós-produção também. Se o vídeo vai ser a base do seu curso, mas você não sabe mexer bem com essa mídia, invista em alguém que saiba.

Garanta, também, que seu equipamento seja de boa qualidade, para evitar ruídos, áudio baixo e má resolução da imagem, e não se esqueça de um título chamativo e interessante para seu curso!

Independente se seu conteúdo é um e-book ou uma vídeo aula, é essencial o processo de revisão. Você pode ter esquecido algum tópico, feito algum erro gramatical ou algo que você colocou não é tão relevante. Depois que terminar o seu conteúdo, espere um dia ou algumas horas para revisar, para evitar que você esteja com um olhar viciado e acabe não percebendo justamente o que precisa arrumar e corrigir. Sinta-se confortável para pedir ajuda a um amigo ou parceiro para revisar seu conteúdo e dar críticas construtivas e um feedback da sua produção. Também, é interessante a contratação de um revisor, para que seu trabalho fique ainda mais profissional. 

Depois da revisão, é preciso pegar aquele material bruto e refiná-lo. O e-book deve ser diagramado, com um design bonito e agradável para os leitores. O vídeo deve ser editado e, se possível, coloque uns artifícios visuais chamativos e interessantes, que enriquecem o vídeo. Caso não saiba fazer isso, contrate um editor profissional. Claro, você também pode aprender a editar e diagramar por meio de cursos online, e logo vai pegar o jeito do negócio e não vai precisar contratar ninguém.

7. Mantenha seus alunos engajados antes, durante e depois do curso

Já deixamos claro como a divulgação é importante no processo de ganhar dinheiro com cursos online, com ela você atrai parceiros e clientes em potencial. Por meio da divulgação, e-mail marketing, webinários e blog, você pode manter os clientes engajados antes mesmo do curso começar. Já durante o curso, o conteúdo e a qualidade do seu produto vão engajar o cliente, torcemos que o aluno goste tanto e queira até comprar outros cursos vindos de você, pois sabe que é bom.

Depois do curso, para engajar o cliente e manter ele no seu radar, convide-o também para os webinários, para ler os e-mails e seu blog, oferecer aulas bônus, criar atividades extraclasse, dar descontos e bônus em outros cursos; assim, ele continua consumindo conteúdos seus, pode recomendar para amigos e até comprar outras coisas que você vender para ele.

8. Continue em contato com os alunos

Além de mantê-los engajados por meio de webinários, lives, e-mail marketing, seu blog, oferecimento de aulas bônus, atividades extraclasse e dar descontos e bônus em outros cursos, você também pode fazer com que eles permaneçam perto de você após o curso, comunicando-se com eles por meio de:

  • Grupos em redes sociais: utilize as redes sociais a seu favor, aproveite da simplicidade e usabilidade delas para conversar com seus antigos alunos de forma eficiente. Facebook é um ótimo exemplo, e você pode até definir se o grupo será privado, apenas para quem fez o curso, ou deixar ele mais aberto, para conquistar novos alunos. Dentro do grupo, todos podem interagir, compartilhar suas opiniões e sugestões, dar depoimentos e tirar dúvidas. Esse é um ambiente ideal para receber feedbacks, críticas construtivas e fazer conexões.
  • E-mail direcionado para seus alunos falarem com você: Talvez dar seu e-mail pessoal não seja uma boa ideia, pois pode entupir sua caixa de entrada, por isso, crie um e-mail de contato para seus alunos poderem interagir com você por lá. Deixe ele disponível em suas redes sociais e nas contas que você montar para seu curso online, caso queira. Reforce sempre com os alunos que eles podem se sentir confortáveis para enviar mensagens, tarefas e dúvidas por lá.

9. Seja notável

Deixe que o mundo veja quem você é, suas paixões. Se mesmo com todas essas dicas que demos você ainda não está ganhando o público que deseja, é porque não está encarando sua presença digital como um negócio. Desse modo, você não vai atrair o número de seguidores que deseja e nem ter uma posição de destaque no seu ramo.

Um negócio online tem duas partes: a parte invisível e a parte visível, esta é composta por itens que podemos visualizar, mesmo não estando dentro do negócio, como, por exemplo, as curtidas, visualizações e número de inscritos. Aquela, a invisível, é a estrutura do negócio que mais ninguém vê a não ser você. Essa estrutura é sua metodologia para garantir a venda diária de produtos e trazer energia para seu curso online. 

Tenha clareza da sua ideia e do que você quer mostrar para o mundo. Não pense muito sobre o assunto, tente manter um método simples (isso não significa ser chato ou igual de todo mundo), replicável e atraente na hora de se comunicar com outros. Trate seu curso online como um negócio, caso contrário sua empresa não irá decolar. Se você tratar seu curso como um negócio, conseguirá estabelecer metas e visualizar o seu projeto crescer de forma mais rápida e eficiente. Não poupe energias no seu negócio, quando você faz as coisas com muita energia e boa vontade, além dos lucros que virão, você se sente bem e com sentimento de dever cumprido, pois sabe que fez seu melhor e agora está colhendo os frutos do seu trabalho.

Seja notável, seja reconhecido e seja bem sucedido

Essas foram algumas dicas para você colocar em prática no seu curso e ganhar muito dinheiro. Primeiro, aprenda o que você domina, o que você gosta e o que é lucrativo, a intersecção entre os três garante um tema fantástico para o curso; separe seus instrumentos de trabalho e tenha noção do quanto você vai investir neles; crie um roteiro do curso e estabeleça suas metas e objetivos ao longo de sua jornada; defina o formato das suas aulas e produza tudo com a maior dedicação possível; divulgue seu trabalho e engaje seus alunos durante todo o processo; garanta a satisfação dos seus alunos e clientes por meio de um curso de boa qualidade; por fim, seja notável! Agora que você já sabe como ganhar dinheiro com os cursos online, está esperando o que para ganhar dinheiro de forma virtual e empreender no seu próprio negócio? São vários temas esperando que você monte um curso sobre eles e são várias as oportunidades de como ganhar dinheiro vendendo cursos online. Não tenha medo de tentar, de atingir novos patamares e caminhos que você não percorreu antes, arrisque-se e colha os frutos do seu bom negócio. Dedicação, energia e paciência são as chaves para ganhar dinheiro com cursos online.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *