fbpx

Descubra como ter mais inscritos no YouTube

A popularidade do YouTube entre diferentes públicos faz dessa plataforma de vídeos um excelente espaço para quem deseja trabalhar nos meios digitais ou apenas usar o YouTube como ferramenta para atrair atenção do público para trabalhos desenvolvidos em outros domínios. Seja qual for o objetivo, ter um amplo número de inscritos na plataforma é extremamente importante. Por isso, a Ser Notável preparou este conteúdo para você, explicando e dando dicas de como ter mais inscritos no YouTube, como aumentar visualizações no YouTube e como conseguir mais inscritos do YouTube. Siga a leitura para entender mais.

Descubra como ganhar dinheiro no YouTube | Foto: Freepik

É fácil se destacar no YouTube?

Você provavelmente já notou que há uma variedade de canais no YouTube. Eles falam de diversos assuntos em vídeos que podem ser curtos, longos, com animações, gráficos e assim por diante. Com tanta oferta, se destacar não é tão intuitivo. Para ter uma noção melhor da concorrência no YouTube, a cada minuto, são publicados cerca de 300 horas em vídeos, segundo o NeilPatel.

Essa informação pode soar um pouco desanimadora, mas não se preocupe. Aplicando as estratégias corretas que vamos explicar a você, seu canal conseguirá alcançar uma boa performance na plataforma.

Por que ter muitos inscritos? Confira as vantagens!

Um alto número de inscritos em um canal do YouTube pode fazer muito mais do que apenas deixar uma pessoa famosa. Algumas das vantagens de ter muitos inscritos no canal são:

1. Divulgar seu trabalho

Se você deseja tornar seu trabalho conhecido, seja ele qual for, o YouTube é um importante aliado e quanto mais inscritos no YouTube, mais pessoas vão conhecer o que você está desenvolvendo. Se você tem uma página em que vende doces para festas, por exemplo, pode aproveitar da visibilidade da plataforma de vídeos para alcançar mais clientes.

2. Conseguir parcerias

Se você precisa de dinheiro, mais visibilidade ou de algum tipo de ajuda para continuar desenvolvendo o seu trabalho, então um alto número de inscritos e de visualizações no YouTube podem ajudar bastante.

3. Ganhar dinheiro no YouTube

Você já pensou em tornar o YouTube sua fonte de renda principal ou complementar? Então, provavelmente a pergunta “como ganhar dinheiro no YouTube?” já passou pela sua cabeça. Na maioria dos casos, as pessoas ganham dinheiro com anúncios no YouTube. Para isso, é necessário ter, no mínimo, mil inscritos e mais de 4 mil horas de visualizações de vídeos.

Como ganhar inscritos no YouTube? Confira as dicas!

Você já deve ter conseguido perceber que um bom número de inscritos pode ser uma ajuda fundamental para os seus objetivos. Sabendo disso, é possível que nesse momento as dúvidas “como conseguir mais inscritos do YouTube?” e “como aumentar visualizações no YouTube?” já estejam te deixando inquieto. Por isso, vamos direto às estratégias que você deve aplicar para que você consiga muitos inscritos no YouTube:

1. Legende seus vídeos

Você sabia que uma ótima estratégia para conseguir mais visualizações no YouTube é legendar os vídeos? É provável que você use mais esse recurso quando está assistindo a vídeos gravados em outros idiomas. No entanto, esse ato também deve ser incorporado aos vídeos produzidos em português.

Duas razões justificam a necessidade de legendar vídeos. A primeira é gerar maior acessibilidade. A comunidade do YouTube não é formada apenas por pessoas que ouvem. Pessoas com deficiência auditiva também usam a plataforma de vídeo e não devem ter seu consumo de conteúdos limitado por falta de acessibilidade. Além disso, quanto mais acessível for seu vídeo, maior seu número de inscritos e de visualizações. Se seu público estiver em um local barulhento, por exemplo, dificilmente conseguirá ouvir tudo que é dito no vídeo, mesmo que o volume do aparelho esteja em sua capacidade máxima.

Outra justificativa importante para que você comece a legendar seus conteúdos é que os vídeos com legendas são ranqueados em melhores posições nos resultados de busca.

A forma mais fácil de legendar um vídeo é autorizando a legenda automática. No entanto, como essas legendas são geradas por algoritmos, há muitas chance de erros. Portanto, o melhor é que você mesmo ou sua equipe legende os vídeos.

2. Produza conteúdos de qualidade

É importante que os seus vídeos tenham uma boa qualidade de áudio e de imagem para que as pessoas se sintam atraídas para continuarem a acompanhar o seu trabalho.

Além do efeito estético, manter uma boa qualidade de áudio e de imagem faz com que as pessoas que te acompanham possam te entender melhor. Um som baixo ou com muitos ruídos ao fundo dificulta o entendimento do público sobre o que você está falando.

Para evitar isso, a primeira medida é trabalhar na dicção e na projeção da sua voz. Caso o seu público seja de outro estado ou até de outro país, então essa deve ser uma das suas maiores prioridades. Se você falar em um ritmo que seja um meio termo entre o devagar e o rápido, e projetar sua voz, ou seja, falar um pouco mais alto e com mais ênfase, seu público conseguirá entender melhor.

Outra questão para se atentar é a qualidade do equipamento. Caso seu celular, ou outro equipamento que você use para gravar, não capte bem o som, então você precisará investir em um microfone melhor.

3. Faça parcerias

As parcerias são uma ótima forma de atrair o público de um outro canal para o seu. Elas podem ser feitas com o youtuber que tem menos alcance, participando de um vídeo do canal mais conhecido e aproveitando a chance para divulgar o seu canal. O movimento contrário também é possível. O youtuber mais conhecido pode ir ao canal menos conhecido, mas talvez seja necessário ter mais divulgação para que as pessoas saibam desse evento.

É importante que você já tenha vídeos de relevância publicados antes de fazer uma parceira, pois o público só irá entender que vale a pena se inscrever no seu canal se o que você falar os interessar. Além disso, o público da pessoa com quem você fez parceria precisa ser parecido com o que se interessaria pelos conteúdos que você produz.

4. Crie boas thumbnails

Thumbnails são as capas dos vídeos e, assim como os títulos dos vídeos, precisam chamar a atenção do público. Algumas pessoas decidem assistir um vídeo em vez de outro porque a capa do escolhido causa mais impacto. Lembre-se de que a capa deve ser condizente com o conteúdo. Não adianta usar capas chamativas se elas não tiverem sincronia com o conteúdo.

5. Tenha títulos chamativos

Os títulos dos seus vídeos devem ser chamativos para que as pessoas se sintam incentivadas a assisti-lo. Além disso, eles também necessitam ser condizentes com a mensagem passada nos vídeos e devem usar palavras-chave, que a gente vai te explicar melhor como funcionam daqui a pouco.

6. Defina um nicho fixo

O nicho de mercado é a área com a qual uma pessoa trabalha. Canais que fazem sucesso têm um nicho de mercado fixo, como finanças, educação, culinária, etc. Mas qual a importância de ter um nicho?

Vamos supor que uma pessoa busque com frequência por vídeos de receitas veganas para preparar o seu almoço. Se essa mesma pessoa já souber que o seu canal é dedicado a isso, ela pode se inscrever no canal porque saberá que, nele, ela encontrará o que deseja.

Como conhecer o perfil do meu público?

Como te contamos um pouco acima, você precisa definir um nicho para os seus vídeos. Isso, no entanto, requer que você conheça muito bem o seu público, inclusive para fazer seu canal crescer. A pergunta que fica é: “como descobrir o perfil do meu público no YouTube?”. A resposta para isso é simples, no próprio YouTube. Vejamos como se faz isso.

Na guia “público” do YouTube Analytics, você conseguirá descobrir o perfil das pessoas que acompanham o seu trabalho. Essa aba dá acesso a informações como país de acesso, idioma falado, sexo e idade do seu público. Além disso, ela também mostra as pessoas que estão inscritas no seu canal, aquelas que costumam acompanhar seu trabalho com frequência e os vídeos que são mais assistidos.

Para ter acesso a esses dados, você deverá acessar o YouTube Studio e clicar na opção “estatística”. Depois, é só clicar na opção “público”. A partir desse momento, você passará a ver relatórios que oferecem dados sobre:

1. Horário que seu público acessa o YouTube

O YouTube mostra o horário que a maior parte do seu público esteve on-line nos últimos 28 dias. Com esses dados, é possível planejar o melhor horário para publicar seus vídeos e fazer lives.

2. Canais que seu público visitou

Essa parte do relatório permite que você descubra quais outros canais seu público visitou e quais vídeos assistiu, mesmo que não sejam os seus vídeos. Desse modo, você consegue entender melhor quais são os interesses do seu público e, assim, planejar melhor os seus próximos conteúdos.

3. Novas pessoas que viram seus vídeos

Essa parte do relatório te permite descobrir se novas pessoas, aquelas que não fazem parte do seu público habitual, assistiram aos seus vídeos. Com isso, você consegue entender quais os assuntos que estão atraindo mais pessoas para o seu canal, quais o seu público mais gosta, entre outras coisas.

Como atrair o seu público para os novos vídeos?

1. Saiba usar palavras-chave

Tanto o YouTube quanto o Google ranqueiam os conteúdos usando a técnica de SEO (Search Engine Optimization). Aqueles que apresentam os termos mais buscados, palavras-chave, conseguem se destacar entre os outros. Essas palavras-chave devem ser selecionadas de acordo com o tema.

Mas, como encontrar as palavras-chave corretas para o seu conteúdo? Uma forma é digitar na barra de pesquisa do Google o tema do seu conteúdo e ver as sugestões que vão aparecendo. Elas indicam o que as pessoas mais estão procurando relacionado àquela temática. Outra estratégia é buscar no Google Keyword pelas palavras mais buscadas do assunto. Conhecendo as palavras-chave, use-as no título e na descrição do vídeo.

2. Poste com regularidade

A regularidade nas publicações fará com que seus vídeos possam concorrer pela audiência com outros canais que pertencem ao mesmo nicho. Além disso, quando o público percebe que o canal está divulgando conteúdos com frequência, ele se sente motivado a se inscrever. Afinal, não faz sentido que uma pessoa se inscreva em um canal se ele não terá novidades tão cedo.

3. Interaja com o seu público

É importante que o seu público se sinta especial no seu canal. Ele precisa sentir que faz parte da comunidade que está se formando, se sentir valorizado. Isso faz com que os inscritos tenham vontade de continuar acompanhando seu trabalho e indique seu canal a mais pessoas.

Algumas formas de gerar engajamento com o público é respondendo aos comentários dos vídeos. Não precisa responder a todos, apenas alguns deles. Outro modo é criando um Google Hangouts no qual as pessoas deixem perguntas nos comentários para você responder em um outro vídeo ou em uma transmissão ao vivo.

4. Crie tags

Além do SEO, o YouTube também usa como parâmetro para mostrar os vídeos aqueles que usam tags. Aquelas palavras curtinhas que vêm depois do símbolo de jogo da velha, se usadas da maneira correta, podem fazer com que o seu vídeo tenha mais destaque do que outros.

Para criar uma tag, invista em palavras-chave que resumem as ideias apresentadas no seu vídeo. Não crie tags genéricas, nem adicione uma porque ela está em alta. Elas precisam condizer com o conteúdo apresentado.

Alguns nichos para explorar

Alguns nichos de mercado são muito populares no YouTube, ou seja, há mais gente para você atrair para seu canal. Se você se identifica com algum deles, pode produzir conteúdos para essas áreas. A seguir, listamos dois nichos que têm um amplo público no YouTube.

1. Tutoriais de jogos

Com um mercado de jogos em constante produção, a procura por tutoriais de jogos não é uma surpresa. Todas as inovações feitas nesse mercado, como lançamento de console, de novos jogos, entre outros, contribuem para que a popularidade aumente entre os consumidores. Como reflexo disso, a procura no YouTube por modos de “zerar” o jogo e dicas de onde comprar equipamentos de jogos mais baratos também aumentam.

2. Educacional

Vídeos educacionais também fazem bastante sucesso na plataforma. Como a ferramenta permite que sejam apresentadas imagens, pessoas que dependem de estímulos visuais, aquelas que têm inteligência visual, conseguem entender melhor os conteúdos passados. Desse modo, o YouTube se torna um espaço atraente tanto para quem busca aprender quanto para quem deseja aliar a paixão pelo ensino com a vida de youtuber.

Redes sociais ajudam a atrair público?

Quem quer trabalhar com YouTube precisa dar tanta atenção para as outras redes sociais quanto dá para a plataforma de vídeos. A justificativa é simples: redes sociais ajudam a divulgar o seu trabalho. Toda vez que você postar algum conteúdo no YouTube, precisará fazer a divulgação em suas outras redes, como Facebook, Instagram e Twitter.

Com essa atitude, seu público é informado sobre os vídeos que acabaram de sair e assim podem acessar o conteúdo imediatamente ou se programar para assistir depois. O que importa é que mesmo se os inscritos do seu canal não tiverem acessado o YouTube no dia da sua publicação, ou se tiverem simplesmente esquecido, eles saberão do seu novo upload.

Além disso, há pessoas que podem seguir você em uma rede social e não ser inscrito no seu canal ou não conhecerem ainda o seu trabalho no YouTube. Com as divulgações nas redes sociais, no entanto, eles podem se direcionar para o seu trabalho na plataforma de vídeos.

Como monetizar o YouTube?

Aplicando as estratégias apresentadas, o seu canal pode ganhar mais inscritos, levando o seu talento profissional a mais pessoas. Com isso, cresce o número de inscritos no canal, o que permite que você solicite para fazer parte do Programa de Parcerias do YouTube (PPY) e possa ganhar dinheiro com anúncios no YouTube. Mas, com quantos inscritos você passa a ganhar dinheiro?

O YouTube requer que uma pessoa tenha no mínimo mil inscritos em seu canal para que ela possa requerer acesso ao PPY. No entanto, essa não é a única exigência. A quantidade de vídeos assistidos, a originalidade do conteúdo e outros fatores também são levados em consideração. Aqui mesmo, no site da Ser Notável, tem um texto explicando como se ganha dinheiro no YouTube. Caso você queira saber mais sobre as exigências da plataforma para que uma pessoa se torne membro do Programa de Parcerias, é só procurar por esse texto.

Agora que você sabe como monetizar o YouTube, deve estar se perguntando: “quanto ganha com mil inscritos?”. A remuneração no YouTube não acontece por número de inscritos, mas por custo de visualizações por mil (CVM). Nesse mesmo texto já citado, a gente explica melhor como ele funciona, mas falando de modo geral, uma pessoa é remunerada a cada mil visualizações de anúncio YouTube veiculados em seu vídeo. Claro que fatores como mais inscritos no YouTube e perfil das pessoas que assistem têm influência nessa conta, mas essa é a questão principal.

Gostou de aprender como ter mais inscritos no YouTube? Então, siga acompanhando os conteúdos da Ser Notável e deixe o seu comentário sobre os próximos assuntos que gostaria de ver por aqui.

Referências:

https://neilpatel.com/br/blog/como-dobrar-seus-assinantes-no-youtube-sem-precisar-compra-los/
https://support.google.com/youtube/answer/9314416?hl=pt-BR

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Bruno Ávila

Bruno Ávila

Bruno Ávila é publicitário e especialista em Marketing Digital. Um dos precursores do mercado de infoprodutos no Brasil. Hoje Ávila está a frente do Ser Notável, escola que ajuda pessoas a serem percebidas como autoridade através das redes sociais.

Outros artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *